×
Feira de Santana / 23 de novembro de 2022 - 02h 52m

Colbert responde vereador sobre dados da educação inclusiva em Feira

Colbert responde vereador  sobre dados da educação inclusiva em Feira

No dia 10 de novembro, o vereador Galeguinho SPA (PSB) encaminhou requerimento à Secretária de Educação, Ananci Paim, e ao Prefeito Colbert Martins; solicitando explicações sobre a atuação da educação municipal.

O edil questionava, na ocasião, dados sobre os Agentes de Educação Inclusiva, os estagiários contratados e números a respeito das crianças e adolescentes com algum tipo de deficiência matriculados na rede. Apenas na edição de 22 de novembro, do Diário Eletrônico, o prefeito esclareceu os questionamentos do vereador.

Colbert informou que não existe o cargo “agentes de educação inclusiva”. Sobre os estagiários, esclareceu que 1039 foram contratados apenas este ano, e que 800, em média, ainda estão em sala de aula. Galeguinho questionou o porquê de todo início de semestre surgir o mesmo problema, em que as aulas das pessoas com deficiência iniciam e os estagiários só são contratados posteriormente. Ele cobrou qual o plano da Prefeitura para que esta situação não se repita.

“Antes da finalização do ano letivo, a equipe de Educação Especial da Secretaria de Educação orienta as unidades escolares a encaminharem uma previsão das necessidades referentes à contratação de estagiários para acompanhar os alunos público-alvo da Educação Especial. Esclarecemos que o auxiliar da educação especial é encaminhado pelo Centro Municipal Integrado de Educação Inclusiva para atendimento aos estudantes a partir de solicitação escolar, mediante comprovação da real necessidade e ausência de autonomia do estudante, registrado através de relatório médico/pedagógico individual”, disse.

O edil indagou ainda o motivo de várias salas de aulas do ensino especial estarem sem estagiários. “Inicialmente esclarecemos que não existem salas de aula do ensino especial, mas sala de aula comum, nas quais estudam todos os estudantes, com deficiência ou não. Amparada nos diversos dispositivos legais, no âmbito do Sistema de Educação Nacional e Municipal, a SEDUC tem disponibilizado auxiliares para atuar junto aos estudantes da educação especial”, concluiu Colbert.

Histórico

2019
set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2018
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2017
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2016
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2015
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2014
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2013
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2012
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2011
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2010
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2009
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2008
dez | nov