×

Busca

(32) registro(s) encontrado(s) para a busca: BNEWS
Bahia / 08 de dezembro de 2020 - 07H 57m

Jonival Lucas é efetivado secretário das Relações Institucionais do governo Rui

Cargo vacante desde a saída de Cibele Carvalho para concorrer, mais uma vez, a prefeitura de Rafael Jambeiro, o posto de secretário das Relações Institucionais, oficialmente, volta a ser ocupado: o ex-deputado federal Jonival Lucas deixou a Chefia de Gabinete da pasta e foi nomeado para o comando do setor conforme publicação no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (8). Apesar da nomeação, cuja função Jonival já assumia paralelamente, não é certa a permanência do político no comando da Serin no próximo ano. O governador Rui Costa (PT) começa desenhar uma reforma administrativa que deve movimentar as cadeiras do primeiro escalação e, conforme interlocutores ouvidos pelo BNews, a secretaria das Relações Institucionais está na lista. Jonival, durante a campanha do segundo turno das eleições em Feira de Santana, negou que houvesse qualquer tipo de articulação para que pudesse assumir o posto. “Não tem nenhuma conversa com o governador nesse sentido. Estamos lá cumprindo essa tarefa enquanto assim ele entender. Até o momento que ele achar, estaremos lá servindo da forma como ele achar melhor”, afirmou no fim de novembro. Para o cargo de Jonival, na chefia de Gabinete da Serin, fora nomeada a secretária particular de Rui, Elisa Pellegrini, antes lotada na Gabinete do Governador. A ida de Elisa comprova a tese de alguns parlamentares de que Rui transformou a Serin em um “puxadinho” do seu gabinete, tirou a tinta da caneta do secretário e dita as regras diretamente em um setor político estratégico da gestão. Para o posto de secretária particular assume a função a jornalista Talita Nobre, antes diretora geral da secretaria da Educação. Talita também já fez parte da equipe petista na prefeitura de Vitória da Conquista em cargos de comunicação e na chefia de gabinete de Guilherme Menezes (PT).  Cibele, ex-Serin, foi eleita para comandar Rafael Jambeiro e também elegeu sua filha vereadora. Ela agora busca se viabilizar para assumir a presidência da União dos Municípios da Bahia (UPB). (Informações do Bnews)

Política / 02 de dezembro de 2020 - 10H 57m

Rui Costa exonera indicados de Geilson no governo

O governador Rui Costa (PT) retomou a caça as bruxas nos cargos no âmbito da máquina administrativa. O Diário Oficial do Estado, nesta quarta-feira (2), com um calhamaço de exonerações e nomeações, trouxe uma limpa no setor da Ouvidoria Geral, antes comandado pelo radialista e deputado estadual Carlos Geilson (PSDB).

O fato acontece logo após o segundo turno das eleições 2020 e, precisamente, após o cenário nada agradável para o governador Rui em Feira de Santana.

Os sete cargos que constam na edição, pelo apurado pelo BNews, foram de indicação do deputado estadual Carlos Geilson, antes do Podemos e hoje no PSDB. Os nomes dos exonerados são: Pedro Henrique Guerreiro, Antonio Aldecir, Eliel de Jesus, Berinaldo da Silva, Gladistone Tavares, Fabrício Almeida e Edvaldo Santana.

Geilson assumiu o cargo de Ouvidor do Estado depois de ter pedido as eleições de 2018 e ter aderido a base de Rui em detrimento ao núcleo liderado pelo prefeito ACM Neto (DEM) o qual fazia parte. A liderança feirense foi recebido com festar no sentido de demonstrar fraqueza e debandadas de agentes representativos do netismo.

Contudo, no apagar das luzes do pós-primeiro turno, com a chance de movimento de retorno ao mandato na Assembleia Legislativa da Bahia, Geilson retomou ao grupo de ACM Neto ao apoiar Colbert Martins (MDB) na disputa pela prefeitura de Feira de Santana. Com cadeira segura, mesmo sendo tampão pela licença do deputado Léo Prates (DEM) que deve seguir no secretariado da prefeitura de Salvador.

O tucano havia dito ao BNews, em Feira de Santana durante a cobertura das eleições, que “não teve o carinho” ao ter ingressado no grupo do governador Rui Costa (PT). “Quando fui para o grupo do governo, ninguém me deu um abraço”, ressente-se, dizendo que foi recebido com festa no retorno ao antigo grupo.

“Gostei, me reencontrei com o pessoal. Tanto que no meu anúncio ao apoio a Colbert foi uma festa muito grande. Deixei as portas abertas e me reencontrei com a militância, com os amigos de outros carnavais”, completou. (Informações do BNews)

Eleições 2020 / 29 de novembro de 2020 - 19H 38m

Colbert Martins é reeleito prefeito de Feira de Santana

O atual prefeito de Feira de Santana Colbert Martins (MDB) foi reeleito com 100% das urnas apuradas na disputa em segundo turno contra o deputado federal José Neto (PT) neste domingo (29). Ele teve 54,42%, ou seja 164.831 dos votos válidos, contra 45,58%, 138.073 votos.

Colbert conseguiu reverter a vantagem registrada por Neto no primeiro turno, quando teve 38,18% dos votos contra 41,55% do eleitorado que escolheu Neto. Essa foi uma das disputas mais acirradas da história da maior cidade do interior da Bahia.

Durante o segundo turno, o agora prefeito reeleito contou com os apoios de José de Arimatéia (Republicanos) – terceiro colocado como 4,86% – e Carlos Geilson (Podemos – de saída para o PSDB), que teve a quinta melhor votação na cidade, com 4,40%. Algumas das carreatas de campanha contaram com a presença do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), como do prefeito eleito Bruno Reis (DEM).

O petista, por sua vez, recebeu o apoio de antigos desafetos, como o ex-deputado estadual Targino Machado, que era ligado ao prefeito ACM Neto (DEM), e deputada federal e presidente do PSL na Bahia, Dayane Pimentel, eleita em 2018 sob a alcunha de ser “a federal de Bolsonaro” no estado. A ex-bolsonarista também colocou candidatura em Feira e ficou no quarto lugar, com 4,84%. (Informações do Bnews)

Eleições 2020 / 28 de novembro de 2020 - 09H 35m

Debate/Feira: Mobilidade e saneamento dominam troca de acusações entre Colbert e Zé Neto

A situação da mobilidade urbana feirense ao trazer a tona a obra do BRT e a questão do transporte público e o saneamento quando a Embasa é evocada ao confronto foram dois temas constantes no debate entre os candidatos Zé Neto (PT) e Colbert Martins (MDB). Ambos trocaram acusações durante o encontro que antecede a disputa do segundo turno no próximo domingo (29) pela prefeitura da segunda maior cidade do Estado da Bahia.

Colbert, na TV Subaé, questionou o petista sobre a atuação da Embasa na cidade, ao tempo que confronta uma estatal vinculada ao governo do Estado. Zé Neto aproveitou boa parte do tempo, inicialmente, para se defender de denúncias vinculadas a “rachadinha” de salários de assessores, peças da campanha do emedebista. Argumentou que a denúncia foi arquivada.

Já sobre o tema da indagação, Zé Neto afirmou que o Estado já investiu R$ 500 milhões na cidade e que há 70% do saneamento coberto em território feirense.

Colbert relembrou da situação da Lagoa Grande. “R$ 120 milhões e não termina”, criticou. Tornou mais uma vez a cutucar a Embasa: a acusou de esburacar a cidade. “O Governo quer meter a mão no Auxílio Emergencial para pagar conta da Embasa. O governo do Estado ao invés de aumentar a cobertura, quer cobrar mais ao cidadão”, disse.

O petista rebateu. “Uma das mais importantes intervenções foi a Lagoa Grande. Fizemos um grande monumento a histórica de Feira e as lagoas que a prefeitura não dá assistência, não varre”, disse no primeiro bloco da atração mediada pelo jornalista Ricardo Ishmael.

A Embasa voltou a tona segundo bloco. O emedebista acusou a estatal de esburacar a cidade. “Quem mais esburaca Feira é a Embasa. Agora não, pois agora fizemos um contrato. Se fizer isso vamos multar”, garantiu.

Zé acusou o BRT de não funcionar em Feira. “O BRT não liga canto nenhum a lugar algum”, provocou. Ao retrucar, Colbert apontou que o modal funciona e apontou ter sido “o pessoal de Zé Neto” ter sido contra a obra. “Não gosta das obras, detesta as obras de Feira de Santana”, disse o prefeito.

Ao tratar sobre o tema do Transporte Clandestino, no segundo bloco, Zé Neto perguntou sobre o transporte público. O candidato do MDB apontou a realização da blitz do IPVA em Salvador e cooperativas de foras tomando lugar dos profissionais de Feira. O postulante do PT, por sua vez, reclamou da industria da multa na cidade e afirmou uma busca por reformulação. (Informaçoes do Bnews)

Eleições 2020 / 27 de novembro de 2020 - 18H 19m

Carlos Geilson volta ao PSDB e revela mágoa com grupo de Rui Costa

Carlos Geilson volta ao PSDB e revela mágoa com grupo de Rui Costa
Foto: Rafael Velame

O deputado estadual Carlos Geilson deixou o Podemos e voltou ao PSDB. A informação foi divulgada no programa “Fato & Opinião”, da BNewsTV, e confirmada pelo próprio em entrevista exclusiva nesta sexta-feira (27), em Feira de Santana. Ele foi derrotado no primeiro turno do município, que terá segundo turno entre os candidatos Zé Neto (PT) e Colbert Martins (MDB).

“Passado o primeiro turno, fui convidado para uma conversa com ACM Neto e lá encontrei o prefeito eleito Bruno Reis e o ex-prefeito Zé Ronaldo, que me fizeram um convite para voltar ao grupo e apoiar a reeleição do prefeito Colbert Martins”, declarou, para a reportagem.

“Gostei, me reencontrei com o pessoal. Tanto que no meu anúncio ao apoio a Colbert foi uma festa muito grande. Deixei as portas abertas e me reencontrei com a militância, com os amigos de outros carnavais”, completou.

Geilson ainda desabafou. Ele disse que apoia Colbert porque “não teve o carinho” ao ter ingressado no grupo do governador Rui Costa (PT). “Quando fui para o grupo do governo, ninguém me deu um abraço”, ressente-se, dizendo que foi recebido com festa no retorno ao antigo grupo. (Informações do Bnews)

Eleições 2020 / 27 de novembro de 2020 - 09H 03m

Dayane Pimentel aparece em propaganda do PT

A deputada federal Dayane Pimentel, presidente do PSL na Bahia, apareceu na propaganda eleitoral do candidato Zé Neto (PT), que disputa o segundo turno da eleição em Feira de Santana (BA). A parlamentar já vinha sinalizando veladamente o apoio ao petista, sem explicitar que iria votar nele por medo de perder o comando do partido. Ela apenas afirma que não apoia o prefeito Colbert Martins (MDB), que tenta a reeleição. A peça conta ainda com a participação do ex-deputado Targino Machado (DEM), que selou o apoio após um arranjo controverso (entenda aqui).

Na gravação, a ex-bolsonarista diz: “Colbert Martins não terá o meu voto”. Conforme o BNews revelou, o posicionamento se dá após uma “conversa de pé de ouvido” entre a parlamentar e os petistas. Ela negou que tenha tratado sobre o assunto com o governador Rui Costa (PT). Contudo, entrou em contradição nas redes sociais ao dizer que, por ser parlamentar, “tem que dialogar com forças do Estado, seja direita ou de esquerda”.

O posicionamento de Dayane chama a atenção porque ela elegeu-se em 2018 como uma apoiadora feroz e antipetista do então candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro. Ela rompeu com o Palácio do Planalto em outubro em 2019 após o vazamento de um áudio dela durante uma reunião de deputados do PSL. Na ocasião, ela teceu críticas contra o Palácio do Planalto, que tentava obrigar os integrantes da legenda a votar no filho dele, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, para a liderança do partido na Câmara Federal.

Segundo a revista “Veja”, Dayane foi liberada pela direção nacional do PSL a apoiar os petistas baianos. A sigla decidiu não se envolver em arranjos regionais. (Informações do Bnews)

Eleições 2020 / 21 de novembro de 2020 - 10H 42m

Colbert Martins: “A gente vai julgar novamente o PT”

Colbert Martins: “A gente vai julgar novamente o PT”
Foto: Bnews

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), afirmou em entrevista ao site BNews que o segundo turno no município servirá como um novo julgamento para o Partido dos Trabalhadores. O emedebista disputa o pleito de 2020 com o deputado federal Zé Neto (PT).

“Nós vimos o resultado do PT no encolhimento imenso em várias regiões, inclusive na Bahia. Vimos em Salvador também. Essa polarização agora leva a população a optar: ou fica com o PT – nós vimos o resultado do PT no Brasil nos últimos anos – ou então fica com o nosso time que eu acho que é o melhor para Feira de Santana”, declarou.

O gestor também não teme que o índice de abstenção na próxima votação do dia 29 de novembro seja ainda maior do que foi no primeiro turno – mesmo sem a eleição de vereadores, que acabam impulsionando a participação do eleitorado. Para Colbert, o município vive um momento de polarização política assim como o Brasil e isso pode motivar os cidadãos a irem às urnas.

Ainda na entrevista, ele revela propostas e comenta sobre os apoios que vem recebendo.

Clique AQUI para ler a entrevista completa. 

Eleições 2020 / 11 de novembro de 2020 - 14H 54m

TRE-BA decide autorizar carreatas com até 60 veículos

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) resolveu flexibilizar as normas impostas contra atos políticos durante a campanha das eleições deste ano. Agora, estão permitidas carreatas com, no máximo, 60 veículos e três pessoas por transporte.

BNews também apurou que a distribuição de material gráfico poderá ser feita nas residências e comitês.

A reportagem confirmou a informação com a assessoria de comunicação do órgão, que também informou que a flexibilização será publicada na edição do Diário Oficial de quinta-feira (12).

Na terça-feira (10), o presidente do TRE-BA, desembargador Jatahy Júnior, havia anunciado em coletiva de imprensa a suspensão dos atos presenciais de campanha política a partir desta quarta em todo o estado. De acordo com o desembargador, a motivação para a medida foi a quantidade de situações ocorridas que potencializam a proliferação do novo coronavírus.

Após o anúncio do presidente do TRE-BA, políticos em campanha se posicionaram contrários à decisão. Presidentes dos diretórios e comitês municipais do Partido dos Trabalhadores (PT) , Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Rede de Sustentabilidade (Rede), Podemos e Partido Progressita (PP), emitiram um comunicado criticando a decisão.

“Desde o início da pandemia, defendemos o isolamento social para evitar a proliferação do Coronavírus. Após a flexibilização, cobramos a adoção de protocolos de segurança em todos os setores e estamos fazendo uso das medidas sanitárias de proteção em todos os eventos de campanha eleitoral. Consideramos injusta e antidemocrática a decisão do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia, que proibiu atividades presenciais de campanha como caminhadas, panfletagens, carreatas”, afirmaram presidentes dos diretórios e comitês em nota. (Bnews) 

Eleições 2020 / 10 de novembro de 2020 - 17H 24m

TRE-BA anuncia suspensão de atos políticos presenciais a partir de quarta-feira (11)

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Estado da Bahia (TRE-BA), Jatahy Júnior, anunciou em coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira (10) a suspensão dos atos presenciais de campanha política a partir desta quarta-feira (11) em todo o estado. De acordo com o desembargador, a motivação para a medida foi a quantidade de situações ocorridas que potencializam a proliferação do novo coronavírus.

“A medida ‘dura’ é justamente para preservar a saúde pública. Nós estamos vivendo um momento de grande dificuldade, com o novo coronavírus ainda circulando. É uma eleição totalmente atípica. Nessa última semana a tendência é que esses atos de propaganda que geram mais aglomerações aumentassem”, afirmou o presidente do Tribunal.

Jatahy elucidou sobre as medidas iniciais tomadas pela Justiça Eleitoral que, segundo ele, acabaram não sendo totalmente efetivas. O desembargador também justificou a nova imposição, ressaltando o grande número de denúncias e decisões judiciais em relação à atos que colocam em risco a saúde pública.

“Imaginamos que nossas medidas anteriores, como o disk-aglomeração e a exigência do uso de máscara e limitações de pessoas teriam cunho pedagógico e inibiriam esses acontecimentos. No entanto, foi constatado pelos números que não adiantou muito. São mais de 1.200 denúncias no disk-aglomeração, são 140 decisões judiciais impondo multa e tipificando crimes eleitorais. Com isso, resolvemos impor a suspensão de qualquer ato presencial de campanha, acompanhando o que já foi feito em outros estados.”

Concluindo a coletiva, Jatahy afirma que aspirantes a político devem respeitar os cidadãos e a saúde pública, e também explicou quais serão as consequências para quem descumprir a nova regulamentação da Justiça.

“Eu acho que alguém que queira ocupar um cargo público, de agente público, deveria respeitar o cidadão e a saúde pública. Infelizmente alguns, minoria, fizeram atos em desrespeito às normas sanitárias com uma certa frequência. Quando ocorre um, apenas um ato desses, já causa um dano grave. Quem descumprir as regras pode ser multado, pode ter o registro da candidatura cassado. Se ele conseguir ser eleito, pode responder à ações judiciais junto à Justiça Eleitoral e ter seu mandato cassado, além de que esse ato pode ser tipificado como crime eleitoral, podendo sofrer sanção penal”, finalizou.

De acordo com o TRE-BA, a partir de amanhã somente estarão permitidas atos através das redes sociais, do rádio e da televisão. Ainda segundo o Tribunal, a multa aplicada em caso de infração pode chegar até R$ 50 mil.  (Informações do BNews)

Eleições 2020 / 15 de outubro de 2020 - 09H 30m

TVE confirma debate entre candidatos a prefeito de Feira

TVE confirma debate entre candidatos a prefeito de Feira
Foto: BNews

O diretor do Instituto de Radiodifusão do Estado da Bahia (Irdeb), Flávio Gonçalves, reafirmou ao site BNews a realização dos debates programados para acontecer nos próximos dias na TVE Bahia e Rádio Educadora. O primeiro de três encontros acontece com os postulantes a prefeitura de Salvador no próximo dia 24, um sábado, a noite. “Nosso compromisso é com os cidadãos e por isso os debates entre candidatos de Salvador, Feira de Santana e Vitória da Conquista estão confirmados. A TV pública da Bahia entende que diante da primeira eleição municipal da história realizada durante uma pandemia é essencial a realização de debates nas televisões, rádios e na Internet entre os candidatos”, disse. Gonçalves ainda lembrou da realização da reunião com a presença de representantes das sete candidaturas de Salvador que a lei garante a participação e acordaram a dinâmica do debate. “Restrições e medidas de isolamento serão rigorosamente cumpridas mas nosso dever é permitir que os eleitores conheçam os candidatos, suas opiniões e propostas para a capital”, reiterou. O chefe do Irdeb também apontou a importância do confronto de propostas e ideias. “Como jornalista e diretor de uma televisão afirmo que com certeza é viável realizar um debate. Todos os candidatos serão tratados igualmente obviamente e os eleitores poderão fazer suas avaliações. Eleição é um momento muito importante para o futuro das nossas cidades e nossa função social é realizar estes debates. Que bom que existem uma televisão e uma rádio pública na Bahia para garantir um espaço democrático numa eleição assim como fizemos em 2016 e 2018”. Até então somente a Band Bahia promoveu o encontro entre os candidatos da capital baiana. A TV Bahia, Record Bahia e TV Aratu anunciaram nas últimas semanas o cancelamento do programa sob a alegação da não condição de realizar o confronto com todos os sete dos nove políticos os quais a lei eleitoral permitem convite. O explicitado seria o temor de contágio diante da pandemia do novo coronavírus.

Histórico

2019
set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2018
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2017
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2016
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2015
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2014
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2013
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2012
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2011
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2010
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2009
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2008
dez | nov