×

Busca

(572) registro(s) encontrado(s) para a busca: Política
Feira de Santana / 24 de janeiro de 2024 - 13H 50m

Defensoria Pública moverá ação civil pública contra o Município de Feira após morte de criança indígena venezuelana

Uma das crianças indígenas venezuelanas da etnia Warao, de dois anos, morreu nesta terça-feira (23), em Feira de Santana, no Hospital da Criança. A Defensoria Pública do Estado da Bahia já havia alertado sobre o estado de saúde grave em que se encontravam, em dezembro de 2023, e vai ajuizar uma ação civil pública para buscar a reparação de danos para a mãe da vítima e também para toda a comunidade Warao.

Desde 2020, quando chegaram em Feira de Santana, a instituição está dando suporte aos imigrantes refugiados. No mês passado, havia denunciado a desidratação, desnutrição e suspeita de pneumonia aos quais as crianças estavam expostas. Atualmente, os indígenas venezuelanos da etnia Warao residem em uma vila no bairro Mangabeira.

Para o defensor público Maurício Moitinho, da área de Fazenda Pública, que acompanha o caso, a morte é um trágico exemplo da omissão do Município na prestação das políticas públicas de atenção básica.

“Estamos falando da morte de uma criança que é brasileira, feirense, filha de pais Waraos, nascida aqui no Brasil, e que após 42 dias internada, sai de lá desta forma trágica. Noticiamos a internação dela e de mais duas crianças em dezembro. Poucas semanas antes, um adulto havia falecido com suspeita de pneumonia”, asseverou Moitinho.

O defensor explica ainda que a ação civil pública vai buscar a reparação do dano à família da menina, do adulto falecido ano passado e à própria comunidade Warao.

“Oficiarei à Secretaria Municipal de Saúde, para que juntos com o Movimento Nacional da População em Situação de Rua possamos implementar uma política de assistência à saúde eficaz para esta população emigrante”, reforçou.

Dos 52 Waraos que residem atualmente na vila, 40 são crianças. A Defensoria já havia instaurado um Procedimento de Apuração de Dano Coletivo – Padac para verificar a situação precária de subsistência que os refugiados se encontravam, e denunciou que não estavam recebendo auxílio-aluguel e já não recebiam cestas básicas da Prefeitura de Feira de Santana há meses.

Após o enterro, o defensor Maurício Moitinho vai agendar nova vistoria técnica à comunidade Warao para apurar mais informações que deverão subsidiar a Ação Civil Pública contra o município. A ação visa um acolhimento institucional efetivo aos indígenas, incluindo moradia, educação, alimentação e saúde.

OUTRO LADO

O Blog procurou a assessoria da Secretaria Municipal de Saúde e aguarda um posicionamento sobre o assunto.

Feira de Santana / 19 de janeiro de 2024 - 19H 09m

Aprovados estudos preliminares para concessão do estádio Joia da Princesa

O Conselho Gestor de Parcerias Público Privadas do Município de Feira de Santana anunciou, nesta quinta-feira (18), a aprovação preliminar dos estudos técnicos que visam à concessão do Estádio Alberto Oliveira. A decisão foi tomada considerando as atribuições legais do conselho, conforme estabelecido no art. 16 da Lei Municipal nº 76, de 20 de junho de 2013, e no Decreto Municipal nº 9.014, de 02 de setembro de 2013.

A Resolução, assinada pelo presidente do Conselho Gestor e secretário municipal de Planejamento, Carlos Alberto Oliveira Brito, ratifica a existência de viabilidade técnica, jurídica, econômica e financeira para a concessão de Parceria Público-Privada (PPP) do Estádio Alberto Oliveira. Além disso, destaca a relevância social e política do projeto, que será conduzido na modalidade da Lei Federal nº 8.987/95.

A modelagem preliminar do projeto, apresentada na reunião realizada em 20 de dezembro de 2023, também recebeu a aprovação do Conselho, marcando um passo importante na busca por parcerias público-privadas para o desenvolvimento e modernização do estádio.

Uma das medidas anunciadas é a abertura de consulta pública à sociedade civil, conforme determina o art. 2º da Resolução. A publicação de aviso visa promover a participação da comunidade, permitindo que contribuições sejam colhidas para aperfeiçoamento do projeto de concessão do Estádio Alberto Oliveira. Este processo é vital para garantir que as necessidades e anseios da população sejam considerados nas fases subsequentes do projeto.

Após a coleta das contribuições e a realização dos ajustes finais nos documentos, o projeto de concessão retornará para uma nova avaliação por parte do Conselho Gestor de Parcerias Público Privadas do Município de Feira de Santana/BA, como estabelecido no art. 3º da Resolução.

Feira de Santana / 16 de janeiro de 2024 - 13H 13m

Uefs amplia oferta de cursos de pós-graduação

Mais três programas de pós-graduação da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) foram aprovados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e vão realizar processos seletivos ainda em 2024. Os novos cursos são: Mestrado Acadêmico em Matemática; Mestrado Acadêmico em Gestão, Organizações e Sociedade; e Doutorado em Estudos Literários.

“A aprovação desses três cursos nos revela o amadurecimento da nossa Instituição, que vem buscando através do fortalecimento da política de desenvolvimento da pós-graduação desenvolver ações estratégicas em consonância com as políticas institucionais gerais, as políticas estaduais e nacionais”, ressaltou a pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação da Uefs, Silvone Santa Bárbara.

A gestora destaca ainda que o número expressivo de programas de pós-graduação existentes na Uefs contribui para a formação de profissionais nas mais diversas áreas de conhecimento, reduzindo as assimetrias regionais, com importante impacto científico e social.

Dentre os cursos recém aprovados, vale destacar que o Mestrado em Gestão, Organizações e Sociedade, será o primeiro programa stricto sensu do Departamento de Ciências Sociais Aplicadas (DCIS).

Política / 14 de janeiro de 2024 - 21H 29m

Governador crava nome de Zé Neto, que afirma: ‘Nós vamos fazer um projeto para vencer as eleições de Feira de Santana’

Governador crava nome de Zé Neto, que afirma: ‘Nós vamos fazer um projeto para vencer as eleições de Feira de Santana’
Foto: Blog do Velame

A presença do governador Jerônimo Rodrigues em Feira de Santana, na tarde deste domingo (14), movimentou não só o meio esportivo, com a estreia do Campeonato Baiano, mas também o cenário político na segunda maior cidade do estado.

Antes da bola rolar para a goleada do Bahia de Feira por 6 a 1, sobre o Jacobina, o chefe do Palácio de Ondina cravou o nome que disputará o Paço Maria Quitéria na eleição municipal.

“Aqui em Feira nós não temos mais de um nome. O nome é Zé Neto. Não tem um outro nome da base, então a intenção nossa aqui é amadurecer a pré-candidatura”, disse Jerônimo.

Após receber a tão aguardada benção do governador, que chamou para si a responsabilidade da coordenação política, o parlamentar feirense não escondeu o entusiasmo, garantindo a constituição de um projeto para vencer o pleito eleitoral.

“As coisas estão caminhando para um processo de buscar harmonia ao máximo, como foi feito em Salvador. Cabe ao governador, os anúncios são dele. Estou aqui fazendo o meu papel e, claro, o dever de casa. Nós vamos fazer um projeto para vencer as eleições de Feira de Santana”, garantiu ao Blog do Velame.

Bahia / 13 de janeiro de 2024 - 07H 03m

Jerônimo Rodrigues se reúne com Margareth Menezes e planeja novas parcerias para a Cultura na Bahia

O governador Jerônimo Rodrigues se reuniu, na tarde desta sexta-feira (12), com a ministra da Cultura, Margareth Menezes, e com o titular da pasta estadual, Bruno Monteiro, para um diálogo sobre parcerias na Bahia, em 2024. Na ocasião, foi apresentado um balanço dos investimentos da Secretaria da Cultura do Estado (Secult-BA) em festivais literários, editais de incentivo, festas populares e em outros projetos realizados no âmbito estadual.
Também no encontro, realizado no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador, Bruno Monteiro apresentou o balanço de ações e o andamento de projetos desenvolvidos pela pasta, como a terceira etapa da reforma do Teatro Castro Alves (TCA). Ele ainda destacou o alinhamento da gestão com as políticas federais de incentivo à cultura. “Desde o início do ano de 2023, a perspectiva da Secretaria de Cultura é de integração com o Governo Federal. A ministra também trouxe um panorama do trabalho nacional e traçamos desafios para trabalharmos conjuntamente, com união de nossas inteligências, recursos e esforços”.
Margareth Menezes disse estar animada para as possibilidades de apoio à Bahia e frisou que o ano será de muitas agendas internacionais e de mais recursos para todo Brasil. “Teremos um ano muito forte em relação às questões internacionais, muitos acontecimentos aqui na Bahia. Estamos instalando o Sistema Nacional de Cultura, com verba, com fomento, então é o momento da gente aproveitar esse novo impulso do Brasil”.
Conforme o secretário Bruno, o objetivo é chegar ainda mais longe e garantir a expansão das políticas culturais para todos os territórios de identidade e todos os municípios baianos. “O clima é de muita parceria e muita vontade de trabalhar juntos”, avaliou. Foram pontuados, ainda, apoios fundamentais da Secult-BA às festas que integram o calendário da cultura popular, como a Festa de Santa Bárbara e da Boa Morte, em Cachoeira, Recôncavo baiano. Outro destaque apontado foi a política de gestão cultural, que possibilitou a reabertura de alguns equipamentos públicos, como a Sala de Cinema Walter da Silveira, em Salvador, o Centro de Cultura João Gilberto, em Juazeiro e o Centro de Cultura Adonias Filho, em Itabuna.
Bahia / 02 de janeiro de 2024 - 11H 06m

Ano novo, preço novo: gás de cozinha vai ficar mais caro na Bahia

Ano novo, preço novo: gás de cozinha vai ficar mais caro na Bahia
Foto: Divulgação

O consumidor baiano já pode preparar o bolso. O gás de cozinha, item essencial para as famílias, sofreu reajuste e vai ficar ainda mais caro neste início de 2024, conforme anunciado pela Acelen, empresa que administra a Refinaria Mataripe.

A variação será entre 8,23% e 9,95% do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) para as distribuidoras de gás de cozinha, valendo desde a segunda-feira (1).

A previsão é de que o botijão seja comercializado até R$ 8 a mais, de acordo com o Sindicato dos Revendedores de Gás do Estado (SINREVGÁS). Atualmente a média é de R$ 140. 

A justificativa da empresa é que os preços dos produtos da Refinaria de Mataripe seguem critérios de mercado, que tem como variáveis o custo do petróleo, que é adquirido a preços internacionais; a cotação do dólar e o frete, podendo variar para cima ou para baixo.

“A [Acelen] ressalta que possui uma política de preços transparente, amparada por critérios técnicos, em consonância com as práticas internacionais de mercado”, afirma em nota.

Feira de Santana / 31 de dezembro de 2023 - 08H 45m

Retrospectiva: relembre os fatos que marcaram Feira de Santana em 2023

O ano de 2023 está chegando ao fim e o Blog do Velame compilou as principais notícias de Feira de Santana. Teve de tudo: retorno da Micareta, suspeita de bomba, furto de sanfona dada por Luiz Gonzaga, início das obras do Centro de Convenções e muito mais.

O mês de janeiro começou com um fato histórico na política feirense: a vereadora Eremita Mota (PSDB) se tornou a primeira mulher a presidir a Câmara de Feira de Santana. Outro fato que marcou o início de 2023 foi a nomeação de três feirenses para comandar secretarias estaduais no Governo Jerônimo Rodrigues: ngelo Almeida (Desenvolvimento Econômico), Felipe Freitas (Justiça e Direitos Humanos) e Roberta Santana (Saúde). E teve até ameaça de bomba em Feira, contudo o esquadrão antibombas do BOPE da Polícia Militar descartou a suspeita no viaduto da Cerb, tratava-se de um simulacro.

Fevereiro iniciou com a posse dos deputados estaduais eleitos em 2022, representando Feira foram: ngelo Almeida (PSB), Binho Galinha (Patriota), José de Arimateia (Republicanos) e Pablo Roberto (PSDB). Ainda no segundo mês do ano, trabalhadores “escravizados do vinho” chegaram em Feira. Eles foram encontrados em situação análoga à escravidão em vinícolas do Rio Grande do Sul. Dos 240 resgatados, 195 são baianos e parte deles de Feira e cidades da região.

Em março, José Carlos Pitangueira, diretor por quase dez anos do Hospital Geral Clériston Andrade, morreu por falência múltipla dos órgãos. O sistema municipal de educação de Feira de Santana foi assunto em rede nacional, mas não por um bom motivo. A situação precária das escolas da cidade foi alvo de uma longa reportagem da RecordTV.

O retorno da Micareta de Feira, após a pandemia, marcou o mês de abril. A festa voltou com força com nomes contratados pelo Governo do Estado e Prefeitura, entre elas, Ivete Sangalo, Bell Marques, Léo Santana e Thiago Aquino – que comandou um arrastão na segunda pós-micareta. A folia, infelizmente, também ficou marcada por reclamações de excessos policiais.

Em maio, o Blog contou a história da maquiadora feirense Dayane Sena, responsável pela maquiagem da primeira-dama, Janja da Silva, durante a coroação do Rei Charles III, no Reino Unido. No mesmo mês, Amali Mussi foi empossada pelo governador como a nova reitora da Uefs.

A morte do empresário conhecido como ‘Alan Celulares’, em Salvador, marcou o começo do mês de junho. Além de ser dono de lojas de celulares em Feira e Salvador, Alan atuava no mercado de criptomoedas e promovia rifas nas redes sociais. Um caso de homofobia no Hospital da Mulher também foi registrado no mesmo mês, uma paciente desacatou o médico plantonista, afirmando que não gostava de ser atendida por homossexuais, em resposta, um colega do médico usou uma peruca e maquiagem para atender a mulher. Outro fato marcante foi o furto da sanfona de ‘Baio do Acordeon’, instrumento histórico dado por Luiz Gonzaga. Dias depois, a sanfona branca foi encontrada.

SEGUNDO SEMESTRE

Em julho, foi iniciada a ponte-aérea Feira-Salvador, operada pela VoePass, contudo, meses depois o voo foi descontinuado pela companhia aérea. A passagem de ônibus ficou mais cara na Princesa do Sertão, a tarifa passou para R$ 4,90 em dinheiro e R$ 4,75 no cartão ViaFeira. Também teve a eliminação do Flu de Feira no Baianão da Série B, em 2024 o Touro amargará mais um ano fora da elite estadual. No cinema, foi lançado ‘Vida Louca 3: A vingança de um motoboy’, uma saga genuinamente feirense.

No oitavo mês do ano, O Blog apresentou a história de um aniversário de 15 anos realizado em plena praça de alimentação de um shopping da cidade. Além disso, um “apagão” nacional afetou diversas cidades do Brasil, entre elas, Feira de Santana. O ídolo do Bahia de Feira, Deon, morreu após passar mal em um treino da equipe. Semanas depois, já em setembro, o Tremendão bateu na trave e quase conquistou o acesso para a Série C do Brasileirão.

Setembro foi marcado pelo aniversário de 190 anos de Feira de Santana. Em uma missão para Brasília, políticos e empresários celebraram a data numa sessão na Câmara dos Deputados. O mês ainda contou com uma histórica homenagem que concedeu o título de Doutora Honoris Causa da Uefs à Ivannide Santa Bárbara, primeira mulher e negra a receber a honraria. Outro fato importante foi a indicação do disco ‘Meu Esquema’, da cantora feirense Rachel Reis, ao Grammy Latino.

No início de outubro, o governador Jerônimo Rodrigues, esteve na Princesa do Sertão para assinar a ordem de serviço para as obras do Centro de Convenções e de um Teatro que funcionará no espaço. O mês também marcou a decretação da intervenção municipal no Shopping Popular. A cidade descobriu, a partir do Blog, a história das irmãs Vitória e Evelin Souza, que perderam os pais, e buscavam ajuda para retomar o curso de Medicina.

No penúltimo mês de 2023, viralizou nas redes sociais o vídeo de uma mãe denunciando que seu filho autista teria sido vítima de discriminação ao aguardar para pagar compras na fila de uma loja de um shopping de Feira de Santana. Em novembro, chegou ao fim a greve estudantil na Uefs.

Dezembro começou com uma operação da Polícia Federal, em que o deputado estadual Binho Galinha (Patriota) foi considerado o principal alvo para investigar crimes de lavagem de dinheiro do jogo do bicho, agiotagem e receptação qualificada. O deputado se defendeu e disse confiar na Justiça. A morte do cantor gospel Pedro Henrique, de 30 anos, após passar mal enquanto fazia um show em Feira, foi notícia em todo o Brasil. 2023 também marcou os 15 anos de jornalismo online do Blog do Velame.

Bahia / 31 de dezembro de 2023 - 08H 06m

Governo da Bahia captou, em 2023, recursos da ordem de R$ 3,5 bilhões para investimento no setor público 

O Governo da Bahia tem se destacado na captação de recursos para financiar os investimentos no setor público. Em 2023, a gestão estadual captou recursos da ordem de R$ 3,5 bilhões, entre operações internas de crédito e transferências. Além desse valor, a Bahia atingiu a marca de U$ 962 milhões (cerca de R$ 5 bilhões) em operações externas aprovadas na Comissão de Financiamento Externo do Governo Federal (Cofiex) para investimentos em projetos estratégicos nos próximos anos.

De acordo com o secretário estadual do Planejamento, Cláudio Peixoto, que coordena os esforços para captação de recursos com a Casa Civil e a Secretaria da Fazenda, a Bahia, que já era reconhecida pelo equilíbrio fiscal, está sintonizada com as políticas públicas articuladas pelo Governo Federal. O estado é referência no processo de ampliação da rede de infraestrutura social no ambiente urbano e rural.

“Temos um legado construído ao longo dos últimos ciclos de planejamento, que foram voltados para o desenvolvimento, a inclusão socioprodutiva e a garantia de direitos. Isso dialoga muito com o processo de união e reconstrução em curso no país. Portanto, temos conseguido avançar em parcerias com as agências e bancos de desenvolvimento para viabilizar investimentos estratégicos”, valoriza Peixoto.

Com o lançamento do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a expectativa é de que a Bahia assegure um volume ainda mais expressivo de recursos para execução das obras estruturantes de infraestrutura, além dos empreendimentos federais, a exemplo da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), como revela o secretário da Casa Civil, Afonso Florence. Ele também destaca as propostas cadastradas no  PAC Seleções.

“Assim que o Novo PAC foi anunciado, conseguimos incluir, em conjunto com o Governo Federal, diversas obras e projetos que vão impulsionar ainda mais o desenvolvimento da Bahia. Já no PAC Seleções, o Governo do Estado cadastrou mais de 200 propostas. Há, também, mais de três mil proposições inscritas pelos municípios. Muito em breve, o governador Jerônimo Rodrigues lançará o PAC na BAHIA, unindo investimentos federal e estadual. Isso representa mais empregos, desenvolvimento e ações que melhoram a vida dos baianos e baianas ”, defende Florence. A estimativa é de que a soma dos recursos para investimentos se aproxime da marca de R$ 140 bilhões.

Operações de Crédito
Segundo o secretário da Fazenda, Manoel Vitório, mesmo com as dificuldades enfrentadas nos últimos anos, as contas baianas vêm passando por ajustes e qualificação dos gastos: “atualmente, apenas a Bahia e mais quatro estados da Federação têm a Capag-A [Capacidade de Pagamento]. O que isso significa na prática para a gente? Significa mais margem para tomar operações de crédito. O que é muito importante para os investimentos”.

No balanço realizado pela Secretaria Estadual do Planejamento (Seplan), a Bahia se destaca pelas operações de crédito na Cofiex, com o valor de U$ 962 milhões de dólares (aproximadamente R$ 5 bilhões), atrás apenas de São Paulo em volume de recursos com operações aprovadas em 2023. Os processos administrativos ainda irão tramitar na Secretaria do Tesouro Nacional e Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, além do Senado, antes da liberação dos recursos.

O trabalho conduzido pela Superintendência de Cooperação Técnica e Financeira para o Desenvolvimento da Seplan envolveu a articulação com diversas secretarias, órgãos e agentes financeiros, a exemplo do Banco Mundial (Bird), Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), como revela a superintendente Luiza Amélia Mello: “todo o esforço realizado ao longo do ano de coordenação das ações das secretarias e articulação com as instituições financeiras culminou com a aprovação de nove operações de crédito externo em 2023, o que significa que o Estado da Bahia está apto a apresentar os projetos e obter os financiamentos”.

A expectativa, segundo a superintendente da Seplan, é de que os contratos sejam celebrados no decorrer de 2024. Será feito respeitando o espaço fiscal em um trabalho permanente de monitoramento realizado em parceria com a Gerência da Dívida Pública da Secretaria da Fazenda.

Desenvolvimento Integrado
Entre as áreas com operações de crédito aprovadas no Cofiex destacam-se a infraestrutura, com U$ 300 milhões para o Programa de Manutenção das Rodovias (BIRD) e o Sistema Viário da Ponte Salvador Ilha de Itaparica (CAF); saúde e saneamento com U$ 282 milhões, por meio do Programa Integrado de Saneamento e Recursos hídricos e seus impactos na saúde da população (AFD) e o Programa de Fortalecimento do SUS no Estado da Bahia – PROSUS II (BID); o desenvolvimento rural e o meio ambiente que, juntos, totalizam U$ 218 milhões da segunda fase do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável e do Projeto de Desenvolvimento Sustentável da Mata Atlântica (BID/Fida); além de U$ 120 milhões para o projeto Vida Melhor Urbano de inclusão socioprodutiva (BIRD) e U$ 42 milhões para o projeto Bahia Mais Digital de transformação digital (BID).

Já entre os projetos financiados pelas operações internas de crédito contratadas esse ano, junto ao Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 3,2 bilhões, o destaque vai para as áreas de infraestrutura, transporte e mobilidade urbana, com projetos que visam à melhoria da qualidade de vida e a geração de emprego e renda para a população.

Milhares de pessoas estão sendo beneficiadas pelos projetos e obras de recuperação das rodovias estaduais que impactam no comércio, na agricultura e no turismo, e de implantação do sistema viário da nova rodoviária de Salvador e do acesso da BA-526 (CIA-Aeroporto), com a Avenida 29 de Março. Estas duas intervenções integram um conjunto de projetos realizados pelo Governo do Estado para transformar a mobilidade na Região Metropolitana da capital baiana na última década.

A diretriz central do governador Jerônimo Rodrigues é muito clara no sentido de que as transformações em curso exigem novos desafios na gestão pública, na visão do secretário da Seplan, Cláudio Peixoto, que sinaliza os compromissos assumidos no Plano Plurianual (PPA) participativo, sancionado pelo governador em publicação do Diário Oficial na última quarta (27): “tirar a Bahia do mapa da fome, expandir e modernizar a rede de serviços públicos, além de inserir uma nova Bahia no mundo, que seja engajada no processo de descarbonização da economia, liderando as agendas da transição ecológica, da neoindustrialização e da transformação digital”.

30 de dezembro de 2023 - 10H 51m

Mais de 60 representantes da sociedade civil se manifestaram em 2023, na Tribuna Livre da Câmara de Feira

A Tribuna Livre da Câmara de Feira de Santana foi palco para manifestação de mais de 60 representantes dos mais variados segmentos da sociedade, em 2023. Ao todo, precisamente 63 pessoas falaram em nome de milhares, no espaço democrático da Casa da Cidadania. Elas foram até o Legislativo clamar por melhorias profissionais no serviço público; por mais recursos para entidades filantrópicas; para pedir mais segurança; reivindicar obras, mais saúde, educação, transporte eficiente; protestar contra quem atenta contra os direitos do povo.

A presidente da União de Transgêneros de Feira de Santana (Trasfêmea), Kelly Alves, esteve lá, no Dia do Orgulho LGBTQIA+, em 28 de junho. O intuito foi cobrar atuação da polícia em casos de crimes de homofobia e transfobia. Em seu pronunciamento, advertiu que o problema não é a falta de legislação punindo atitudes homofóbicas, mas quem faça cumprir os dispositivos existentes. Também fez uso da Tribuna Livre o supervisor de Captação de Recursos e Projetos da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Feira de Santana), Cláudio Rios, para pedir aos vereadores apuração do atraso no repasse de recursos federais pela Prefeitura.

A representante do projeto social “Dança Salva Vidas”, Cleide Regina de Santana, também falou na Tribuna, para pedir apoio financeiro da sociedade, a fim de continuar o seu trabalho. Com 14 anos de atividades, a entidade atende a dezenas de crianças e adolescentes em Feira de Santana. A dirigente da APLB, Marlede Oliveira, usou a tribuna para defender a criação e o provimento de cargos efetivos no âmbito das escolas municipais. Quem também subiu à tribuna da Casa da Cidadania foi o promotor de justiça Aldo Rodrigues. Na ocasião, o representante do Ministério Público alertou para o iminente risco de que doenças consideradas erradicadas possam voltar, por causa da redução no número de pessoas vacinadas.

Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Conceição Borges usou a Tribuna para tratar do Seguro Safra, espécie de indenização com recursos federais para agricultores que perderam o plantio, principalmente de milho e feijão, em virtude da quantidade insuficiente ou excesso de chuvas. Os feirantes que comercializam frutas, verduras e legumes nas calçadas da rua Marechal Deodoro, centro da cidade, usaram o espaço para garantir a efetiva participação no processo de reorganização daquela tradicional feira livre. O Conselho Municipal da Juventude, por sua vez, propôs a criação de um Fundo, para acessar recursos do Estado e União e o diretor da Associação de Apoio a Pacientes do SUS (AAPSUS), Padre Hipólito Gramosa dos Santos, apelou ao Poder Público para manter as suas atividades.

A Miss Feira 2022, Rebeca Coelho, pediu mais políticas públicas na educação. A fundadora do Centro de Estudos Afro-Brasileiros, Magnólia São Pedro, advertiu sobre a importância da qualificação profissional. Uma obra da Igreja Presbiteriana em Feira de Santana também foi divulgada na Tribuna Livre, intitulada Confederação Sinodal, enquanto o Instituto de Artes Marciais Satori Dojo divulgou o projeto social denominado Kaizen: Melhoria Contínua, proposta, aprovada pelo Governo Federal através do Programa de Incentivo ao Esporte, que consiste no envolvimento de crianças e adolescentes na prática do karatê como instrumento para reduzir a violência.

Em agosto deste ano, a Tribuna de Oradores da Câmara passou a ser denominada Maria Quitéria, primeira mulher a ingressar nas Forças Armadas do Brasil. Maria Quitéria de Jesus Medeiros recebeu de Dom Pedro I, em 1823, o título de “Cavaleiro da Ordem Imperial do Cruzeiro”. Reconhecida e homenageada em todo o país, a sua imagem deve estar presente em todas as repartições e unidades do Exército. A homenagem foi idealizada pela presidente do Legislativo, vereadora Eremita Mota (PSDB), autora do Projeto de Decreto Legislativo.

Feira de Santana / 28 de dezembro de 2023 - 10H 52m

Prefeito Colbert Filho sanciona lei que transforma a SMTT em Secretaria de Mobilidade Urbana

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Filho, sancionou hoje a Lei Complementar Nº 145, que modifica a estrutura organizacional da Administração Pública do Poder Executivo Municipal. A medida extingue a Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), criada em 2004, e estabelece a criação da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (SEMOB).

Através do Projeto de Lei Complementar Nº 009/2023, de autoria do Poder Executivo, a Câmara Municipal aprovou a iniciativa que visa reorganizar as ações da administração no âmbito da mobilidade urbana. A SEMOB atuará de forma integrada com os demais órgãos e entidades municipais, buscando atingir os objetivos e metas governamentais relacionados à mobilidade urbana.

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana tem como finalidade coordenar, orientar, supervisionar, controlar e executar as ações da Administração Municipal nas áreas de transporte público, coletivo ou individual, convencional ou alternativo, integrado ou não. Suas atribuições incluem a administração, engenharia e controle de tráfego, além da operação dos sistemas de transporte viário.

A SEMOB será responsável por políticas de inovação e modernização da mobilidade não apenas no município, mas também na Região Metropolitana de Feira de Santana. Entre suas competências estão a promoção da integração entre os modos de transporte, o planejamento do sistema de transporte urbano e de trânsito, a gestão e fiscalização da operacionalização do serviço de transporte coletivo, entre outras.

A Superintendência Municipal de Trânsito (SMT), criada em 1998, passa a ser vinculada à SEMOB. Além disso, cargos da extinta SMTT são transferidos para a nova secretaria, com alterações nas nomenclaturas de algumas funções.

A criação do Fundo Municipal de Mobilidade Urbana também é destacada na lei, com a finalidade de captar, repassar e aplicar receitas orçamentárias para custear programas e ações de mobilidade urbana.

A Lei Complementar Nº 145 entra em vigor na data de sua publicação, revogando as disposições contrárias. O Poder Executivo tem um prazo de até 120 dias para realizar as modificações necessárias no Plano Plurianual e na Lei Orçamentária do Exercício de 2023, garantindo a implementação eficaz das mudanças propostas.

Política / 26 de dezembro de 2023 - 07H 46m

Senador Otto Alencar manifesta apoio à pré-candidatura de Zé Neto: ‘Vai ser um grande prefeito’

Senador Otto Alencar manifesta apoio à pré-candidatura de Zé Neto: ‘Vai ser um grande prefeito’
Foto: Reprodução

Sem concorrência na base governista até o momento, o deputado Zé Neto (PT) vai seguindo com o seu bloco na rua, em ritmo intenso de pré-campanha, com diversas agendas e encontros com lideranças políticas. Um destes encontros foi com Otto Alencar (PSD).

O petista participou de um jantar no Palácio de Ondina com a presença do grupo de apoio do governador Jerônimo Rodrigues (PT) e, de quebra, ganhou mais um entusiasta para a sua campanha.

Através de um vídeo, o senador Otto Alencar antecipou o seu apoio, afirmando que vai apoiar Zé Neto no próximo pleito municipal. O pessedista ainda se comprometeu a fazer campanha em Feira.

“Estou aqui com o meu candidato a prefeito de Feira de Santana, José Neto. Vou fazer campanha de bairro para ele. Lutar por ele, que merece. Vai ser um grande prefeito de Feira de Santana, à altura do município e do povo feirense, que é um povo bom e amigo”, disse Otto, durante o encontro.

Feira de Santana / 21 de dezembro de 2023 - 09H 12m

Em situação de hipervulnerabilidade, indígenas venezuelanos recebem doação de alimentos em Feira de Santana

Diante da situação de extrema vulnerabilidade vivida pela comunidade indígena Warao e pela ausência de celeridade da Prefeitura de Feira de Santana em atender as demandas, defensores públicos de Feira de Santana, junto a colaboradores, arrecadaram alimentos e fraldas para suprir as necessidades básicas emergenciais do grupo, hoje integrado, em sua maioria, por crianças menores de 10 anos.

A Defensoria Pública do Estado da Bahia, que acompanha o caso desde a chegada dos Warao no município, entregou as doações. Ao todo, foram arrecadados 478 fraldas, 160 quilos de alimentos e 20 litros de água. A ação, de caráter voluntário, apenas atenua a gravíssima situação vivida por essa população, enquanto outras medidas são articuladas.

A partir de janeiro, a DPE vai ajuizar uma ACP (Ação Civil Pública) para que o poder público preste acolhimento institucional integral aos indígenas refugiados venezuelanos, incluindo moradia, educação, alimentação e saúde, considerando a situação precária na qual estão inseridos.

“Apesar de o poder municipal afirmar normalidade e cumprimento das demandas, a situação permanece gravíssima entre os Warao, inclusive com o registro de doenças infecto-contagiosas e desnutrição”, informou o defensor público, Maurício Moitinho.

A Defensoria cobra que o município efetive a lei nacional de migração, uma vez que recebe recursos da União para cumprir a política migratória. No município, residem, atualmente, 52 Waraos, sendo 40 crianças. O grupo chegou em Feira de Santana em 2020, na condição de refugiados.

OUTRO LADO

Sobre a informação de que três crianças estariam em grave quadro de desnutrição e desidratação, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social está apurando o fato. A SEDESO informa que mais de R$ 70 mil foram aplicados na assistência a 20 famílias de venezuelanos entre janeiro e agosto. As famílias de venezuelanos em situação de vulnerabilidade que estão residindo no município têm acompanhamento socioassistencial através da Prefeitura de Feira de Santana – além de assistência à saúde e educação. Vinte delas estão inclusas no plano de ação, resultado do diagnóstico feito em 2021. Sendo assim são beneficiadas ainda com recursos provenientes do Ministério do Desenvolvimento Social – as demais famílias chegaram a Feira de Santana após esse levantamento.

Política / 20 de dezembro de 2023 - 09H 43m

Kannário recorda quando veio de helicóptero à Feira para ajudar Colbert e alfineta: ‘A cadeira que ele está lá sentado é minha’

Kannário recorda quando veio de helicóptero à Feira para ajudar Colbert e alfineta: ‘A cadeira que ele está lá sentado é minha’
Foto: Reprodução

Ex-vereador, deputado e cantor, Igor Kannário resolveu, pela primeira vez, falar sobre a atuação direta que teve na política de Feira de Santana na última eleição.

Na véspera da contagem dos votos, Colbert Martins (MDB) vivia a apreensão de ser derrotado pelo rival Zé Neto (PT) e assistir ao fim de uma hegemonia que perdura há mais de duas décadas na cidade.

A solução encontrada para furar a “bolha” e conquistar os votos da periferia foi trazer o artista, de helicóptero, apenas para fazer um apelo: que os eleitores apertassem o 15 nas urnas. A tática deu certo. Colbert foi reeleito, surpreendendo muita gente.

Em entrevista ao Podtchaca, o pagodeiro revelou que não recebeu um centavo sequer para realizar o gesto, mas o fez para mostrar que, mesmo tendo ficado de fora dois anos da Micareta, tinha grande influência no município.

“Cheguei lá e só disse que o meu presente de aniversário era votar em Colbert para ganhar o bagulho dele. No outro dia era a eleição, ele ganhou. Ou seja, eu fui lá, pedi, desci de helicóptero dentro da favela de Feira de Santana, e falei que o meu presente de aniversário era Colbert. Qual foi o intuito disso? Mostrar que, aquele que ele bateu, que jogou fora, a cadeira que ele está lá sentado hoje é minha. Só está lá esquentando”, alfinetou Kannário.

Política / 18 de dezembro de 2023 - 10H 26m

Colbert rebate Zé Ronaldo, confirma participação ativa do ex-prefeito em sua gestão e vídeo viraliza nas redes

Apesar do ex-prefeito José Ronaldo de Carvalho (União) tentar, a todo custo, se distanciar da figura de Colbert Martins (MDB), em vistas da sua eminente pré-candidatura, a missão tem falhado completamente.

Ainda que sendo parte do mesmo grupo político, e com centenas de cargos mantidos na Prefeitura Municipal, Ronaldo se esquiva quando o assunto é a sua participação na gestão. O motivo é a baixa aceitação popular da administração e o temor de que possa prejudicar as suas pretensões políticas.

Em entrevista ao VPQM, o jornalista Rafael Velame questionou: “Afinal, José Ronaldo tem influência, tem participação ou não no governo de Colbert?”. Prontamente o ex-prefeito rebateu: “Eu não tenho influência no governo de Colbert. Não tenho influência”, reforçou.

O que José Ronaldo talvez não esperasse era que a “criatura” se voltasse contra o “criador”. Ao contrário dos sucessores anteriores, que se mantinham sempre sob a tutela fiel do ex-prefeito, Colbert Martins tem dado mostras de que não será boneco de fantoche no tabuleiro político.

Durante participação na Rádio Nordeste FM, o emedebista fez questão de expor os fatos e contestar todas as falas que negam vínculo no governo: “Feira está entupida de Zé Ronaldo no governo. José Ronaldo não pode dizer que não é não. Ele é do governo. O que se fala, às vezes, não é o que se pensa e nem o que se tem. Ele é do governo, sim, não tem esse negócio de querer dizer que não é. É e participa”, revelou. Não demorou muito para um vídeo, exibindo a contradição, circular nas redes sociais.

Feira de Santana / 14 de dezembro de 2023 - 11H 11m

Vistoria da Defensoria constata permanência de situação precária entre os indígenas Warao em Feira

A condição dos indígenas venezuelanos da etnia Warao, refugiados no Brasil e residentes em Feira de Santana, se agrava a cada dia. Conforme divulgação da Defensoria Pública do Estado da Bahia, mesmo após mediação e intervenção do órgão no sentido de assegurar direitos básicos ao grupo, como moradia e saúde, a Prefeitura do Município ainda não atendeu às demandas mínimas apontadas pela DPE/BA.

Esta semana, em nova vistoria na vila onde vivem os Warao, o defensor público Maurício Moitinho verificou que o município não pagou o aluguel da maioria dos indígenas (pagou apenas o de dois deles) e não fornece cestas básicas há quatro meses. Vale ressaltar que alguns aluguéis estão atrasados há mais de três anos.

“Apesar de a Prefeitura afirmar normalidade e cumprimento das demandas, a situação permanece gravíssima entre os Warao”, informou Moitinho.

Além dessas questões, a Defensoria foi comunicada sobre a morte de um adulto Warao, por pneumonia, mês passado, além da internação, esta semana, de três crianças – de 1, 2 e 3 anos de idade -, com quadro grave de desidratação, desnutrição e também com suspeita de pneumonia.

Em Feira de Santana, residem, atualmente, 52 Waraos, sendo 40 crianças. O defensor Moitinho explica que o Município colocou essas pessoas em pequenas casas, em uma vila, mas paga o aluguel de forma irregular, de modo que elas estão sob constante risco de despejo.

“Judicialmente, foi instaurado um procedimento de apuração de dano coletivo para verificar a extensão das violações. O que estamos pedindo não é favor, é obrigação da Prefeitura de Feira de Santana efetivar a lei nacional de migração, até porque o Município recebe recursos da União para cumprir a política migratória, e não está havendo o pagamento do aluguel social dessas pessoas”, afirmou o defensor público.

Um relatório expedido pela Funai (Fundação Nacional do Índio) sobre a moradia dos indígenas em Feira aponta ausência de infraestrutura nas residências, fornecimento inadequado de alimentação, além de barreira de acesso à educação e à saúde.

A Defensoria Pública acompanha o caso dos indígenas Warao desde a chegada do grupo a Feira de Santana, em 2020. Ao longo desse tempo, tem tentado articular e mediar, junto à Prefeitura, a concessão de garantias mínimas a esse grupo, que vive em situação de hipervulnerabilidade e, agora, também, de adoecimento.

A DPE/BA esteve reunida esta semana com entidades da sociedade civil, inclusive o Movimento da População em Situação de Rua de Feira de Santana, para atualizar as informações acerca da situação dos indígenas refugiados e discutir possíveis estratégias aos problemas encontrados.

Política / 06 de dezembro de 2023 - 10H 21m

Secretaria da Mulher promove Varal Solidário em prol de mulheres em situação de vulnerabilidade

Em um esforço para promover a solidariedade e estender a mão àquelas que mais precisam, a Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres está lançando o projeto “Varal Solidário”.

A iniciativa, idealizada pela assistente social Nadia Rios, será oficialmente inaugurada em 20 de dezembro e tem como objetivo arrecadar doações que irão beneficiar mulheres assistidas pela Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres e pelo Centro de Referência Maria Quitéria (CMRQ).

O Varal Solidário busca coletar uma variedade de itens essenciais, incluindo roupas, calçados, cobertores, produtos de higiene e alimentos. Itens importantes para proporcionar conforto e apoio às mulheres que enfrentam dificuldades.

A assistente social Nádia Rios expressou sua esperança de que o Varal Solidário não apenas forneça recursos práticos, mas também envie uma mensagem de apoio e solidariedade para aquelas mulheres que estão enfrentando momentos difíceis.

“A iniciativa desse projeto surgiu com a ideia de aflorar mulheres com baixa autoestima, mulheres que muitas vezes saem de suas residências só com a roupa no corpo. Elas precisam ir para uma casa abrigo muitas vezes. Mulheres que infelizmente são de baixa renda. Esse varal solidário vai ajudar e fazer que essas mulheres se sintam empoderadas e elevem a sua autoestima”, destacou a assistente.

Bahia / 05 de dezembro de 2023 - 13H 12m

Deputado lança campanha de arrecadação de rações para animais abandonados

O deputado José de Arimateia (Republicanos) lançou, na segunda-feira (04) na Assembleia Legislativa, a campanha Natal Solidário PET, que arrecada ração para animais abandonados. Um stand para coleta de doações foi instalado na entrada da ALBA, com a distribuição de panfletos informativos, sendo a arrecadação integralmente destinada às organizações não-governamentais protetoras dos animais, que acolhem e cuidam de cães e gatos de rua. O deputado esteve à frente de uma bandinha de música e de personagens animais, que atraiu doadores e defensores da causa, de forma a sensibilizar deputados, funcionários e visitantes a contribuírem com a campanha.

Arimateia desenvolve esta ação desde seu primeiro mandato, mas com a atual nomenclatura é o terceiro ano consecutivo que o parlamentar arrecada doação para os animais. O Natal Solidário Pet é realizado em Salvador e Feira de Santana, onde foi lançado no último dia 1º. De acordo com o parlamentar, a ação “existe porque há um número significativo de animais abandonados nas ruas”. O deputado não conta com apoio governamental e desenvolve a campanha através de doações dos próprios parlamentares, de supermercados e lojas, e de familiares.

“Se o poder público não ajuda, temos que nos movimentar para que a população se sensibilize de doar pelo menos um quilo de ração”, explicou Arimateia.

Os alimentos serão distribuídos para as instituições, conforme comprovação de suas necessidades.

Em Feira de Santana, a abertura ocorreu na sexta-feira (01), no centro comercial da cidade, onde as doações podem ser realizadas na Avenida Sampaio, nº 533. Em Salvador, a coleta está sendo feita na Assembleia Legislativa, onde uma caixa coletora ficará disponível até o dia 20 de dezembro. Os participantes receberão um chaveiro de lembrança do projeto.

Apesar de a campanha estar oficialmente apenas no seu 3º ano, o republicano destaca que desde o seu primeiro mandato tem realizado ações de doações. “Esta é uma luta constante”, disse.

O deputado tem defendido projetos voltadas para a causa animal na Bahia e, gradativamente, tem conseguido avanços. “Nós temos já a Semana de Conscientização e Proteção dos Direitos dos Animais, que é lei estadual, na primeira semana do mês de outubro, e agora estamos lutando para a criação efetiva de políticas públicas para os animais com uma rubrica no orçamento do Estado, e espero que em breve se torna realidade.”

Bahia / 04 de dezembro de 2023 - 08H 19m

Na COP28, governador Jerônimo defende criação de Fundo para financiar preservação da Caatinga

Em seu último dia na COP28, nos Emirados Árabes, o governador Jerônimo Rodrigues participou, neste domingo (3), de um painel que reuniu governadores do Nordeste na defesa do bioma da Caatinga. Ao lado da governadora de Pernambuco, Raquel Lyra, e do governador do Ceará, Elmano de Freitas, Jerônimo ressaltou que a importância ambiental e social da Caatinga precisa ser reconhecida e preservada.
“A Caatinga precisa ocupar o seu espaço na construção das políticas públicas de preservação no Brasil. Colocamos à mesa do governo federal uma proposta para a criação do Fundo da Caatinga, um instrumento que vai, entre outras coisas, permitir o financiamento de ações para prevenir desmatamento, promover revegetação, educação ambiental e sustentabilidade, por exemplo”, explicou o governador da Bahia.
A ideia dos governadores do Nordeste é criar um fundo similar ao Fundo da Amazônia. A proposta foi entregue ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e está em estudo. A governadora de Pernambuco destacou a importância da Caatinga para o cumprimento das metas brasileiras de preservação. “Sem dúvidas, o Brasil é parte da solução do problema climático no mundo, e queremos que o Brasil veja a Caatinga como parte da solução no Brasil”, afirmou Raquel.
A Caatinga é o único bioma que é totalmente brasileiro, está presente em todos os estados do Nordeste e no norte de Minas Gerais. Nele moram 27 milhões de pessoas e sua área ocupa cerca de 10% do território do país. Na Bahia, a Caatinga ocupa 85% do território. O estado promove ações de preservação do bioma e, em agosto de 2016, instituiu a Política Estadual de Convivência com o Semiárido, instrumento intersetorial que dá sustentação jurídica a programas governamentais e ações da sociedade civil.
“Reconhecemos a importância de todos os biomas, não queremos competir ou inviabilzar outras ações, mas o Fundo da Caatinga precisa ser pensado como mais uma ação do Brasil em seu compromisso com a questão ambiental, inclusive por conta da sua importância no processo de transição energética”, resaltou Jerônimo.

Atualmente, 90% da energia eólica e a grande maioria dos parques de energia solar instalados do país estão na Caatinga. Como contrapartida a essa contribuição, os governadores pedem que o governo federal aprove a criação do fundo que vai garantir as condições naturais do bioma, que passa por graves ameaças, com pontos de desertificação que preocupam especialistas.
“Se engana quem pensa que a caatinga é um lugar seco e sem vida. Apesar da aridez, a vegetação tem como característica raízes profundas que seguram o carbono, contribuindo para a redução do aquecimento global. Precisamos de mecanismos que permitam preservá-la”, explicou o governador Jerônimo Rodrigues.
Câmara de Feira / 03 de dezembro de 2023 - 08H 14m

Vereador alerta falta de Plano Diretor de Arborização em Feira de Santana

Feira de Santana não tem um Plano Municipal de Arborização Urbana, alerta o vereador Jhonatas Monteiro (PSOL).  Ele falou sobre o  problema, que considera “gravíssimo”  diante do cenário de alterações de temperatura e mudanças climáticas que o mundo está vivendo, na Tribuna da Câmara. Relatou que as pessoas dizem estar vivendo um “verdadeiro inferno em nossa cidade”, devido ao calor que tem assolado todo o país. Acredita que cada Município pode atenuar  isso, fazendo a sua parte e uma das soluções  é investimento na arborização.

“A cidade poderia ter mais árvores, mas sequer existe um Plano Municipal de Arborização Urbana”, disse o vereador. Até mesmo a poda feita nas árvores da cidade, afirma, está acontecendo “de forma incorreta, muitas vezes matando-as”. O Plano proporcionaria um “diagnóstico preciso sobre a situação das árvores da cidade, bem como uma proposta de sua revitalização”.

Jhonatas defende que é preciso saber a quantidade de árvores  plantadas no Município, suas respectivas espécies, dentre outras informações: “Desconheço que Feira de Santana disponha de um estudo dessa natureza e não sei se as pessoas sabem que há uma lei que prevê a plantação de árvores a cada 150 metros de construção, seja esta pública ou privada”.

O vereador  questionou também sobre  quantos estacionamentos privados da cidade dispõem de árvores em seu terreno e em quais obras da construção civil é possível perceber que houve a plantação na proporção prevista em lei. Para o parlamentar, há por parte da administração pública um descompromisso com o verde.

Lembrou também, em seu discurso, da época da construção do BRT (Bus Rapid Transit) – em português, Sistema Rápido por Ônibus, quando houve uma “luta da população feirense para que a avenida Getúlio Vargas não ficasse sem árvores”. Chamou a atenção dos colegas e da população para  “todas as atividades que são realizadas nessa cidade em que ‘arrancam’ diversas árvores, sem plantar outras no lugar”. Há, de acordo com ele, “uma verdadeira omissão (do poder público)” no que se refere ao cumprimento da Lei Complementar nº 120/2018, que trata do tema.

A lei por ele citada institui o Código de Meio Ambiente de Feira de Santana, que dispõe sobre a Política Municipal de Meio Ambiente, seus princípios, objetivos e diretrizes, reorganiza o Sistema Municipal de Meio Ambiente (SIMMA). Em seu artigo 1º, estabelece  que a Política Municipal de Meio Ambiente tem por finalidades a defesa, conservação, preservação, controle, melhoria, recuperação e restauração do meio ambiente ecologicamente equilibrado.

Política / 29 de novembro de 2023 - 17H 45m

‘PL não precisa se apequenar a quem quer que seja’, diz Pedro Américo

O vereador Pedro Américo (UB), discursou na Câmara Municipal de Feira de Santana, sobre a decisão do PL em pedir desfiliação do vereador Jurandy Carvalho do partido. Na oportunidade, reivindicou que Jurandy é filiado ao partido antes do grupo de Bolsonaro assumir o PL e que a lógica de expulsão só poderia atender a outro grupo político, que quer ameaçar o mandato do edil.

“O PL não pode se apequenar. Um partido grande no país, que conquistou seu espaço, deve tomar as rédeas inclusive a nível de Feira de Santana e mostrar que não vai se acovardar. O sentimento de mudança na cidade é grande. Já tenho candidato a prefeito que é Pablo Roberto, mas, pelo tamanho do partido e importância que o PL tem hoje, poderia lançar candidatura própria, seja com Capitão Alden, Roberta Roma ou qualquer nome que a sigla tenha, que defenda seus ideais e não servir de puxadinho, inclusive na chapa de vereador”, pediu Pedro Américo.

Ainda para o parlamentar feirense, defensor da mudança e oxigenação política na cidade, o presidente do partido pode ter sido coagido. O vereador defende que a política seja democrática, com renovação e participação popular.

“Ele tem que saber que nós não vamos mais aceitar essa política antiga, coronelista e de coerção. Esse movimento não é só sobre um nome, mas, sobre a liberdade em termos mais nomes na nossa política e não só os poucos e mesmos”, acentua Pedro Américo.

Histórico

2019
set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2018
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2017
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2016
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2015
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2014
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2013
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2012
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2011
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2010
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2009
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2008
dez | nov