×
Esporte / 09 de junho de 2021 - 04h 10m

“Ser mais incisiva” é a meta de Virna Jandiroba para duelo no UFC de ex-campeãs do Invicta

“Ser mais incisiva” é a meta de Virna Jandiroba para duelo no UFC de ex-campeãs do Invicta

A baiana Virna Jandiroba estava embalada por duas vitórias contundentes por finalização quando foi escalada para enfrentar Mackenzie Dern em um duelo de faixas-pretas de jiu-jítsu no último mês de dezembro. Apesar do histórico de ambas, o combate transcorreu majoritariamente em pé, e terminou com vitória de Dern, atual sexta colocada no ranking peso-palha, por dois rounds a um na pontuação dos três jurados. Mas a derrota não abalou a confiança da “Carcará”; pelo contrário, reafirmou sua condição de bater de frente com as melhores lutadoras do mundo. “Depois de uma derrota, a gente sempre se questiona, pensa que não foi boa o suficiente. Mas acho que essa luta não é um motivo para que me frustre; pelo contrário, fiz uma grande luta e muito disputada com a Mackenzie”. disse em entrevista ao UFC Brasil, “Encaro isso de forma positiva, um sinal de que estou pronta para lutar com qualquer uma”. “Estou buscando meu centro, como sempre faço, porque o lado mental, para mim, é fundamental”, continuou. “Estou nesse processo, e no dia da próxima luta estarei o mais presente possível. Acho que, além de vitórias ou derrotas, importa a presença, você ter uma entrega naquele momento. É isso que eu busco” A próxima luta da baiana de 33 anos acontecerá no dia 19 de junho, quando ela medirá forças com Kanako Murata, em um duelo de ex-campeãs do Invicta FC. Virna ostentou o título da organização de MMA feminino em 2018, enquanto Murata conquistou o cinturão vago no ano seguinte e estreou no Ultimate no último mês de novembro, vencendo Randa Markos por decisão unânime. Mesmo lidando bem com o revés em seu último compromisso, a brasileira garante ter tirado um importante aprendizado do confronto, que será fundamental para voltar à coluna das vitórias. “Preciso ser mais incisiva, não deixar dúvidas”, disse. “Ser mais precisa, mais incisiva. Acho que essa é a principal lição”. (Com informações do site UFC Brasil)

Histórico

2019
set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2018
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2017
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2016
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2015
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2014
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2013
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2012
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2011
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2010
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2009
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2008
dez | nov