×
Feira de Santana / 19 de fevereiro de 2021 - 11h 15m

Vereador pede aumento no limite de decibéis em Feira de Santana

Vereador pede aumento no limite de decibéis em Feira de Santana

Os profissionais de sonoplastia em atividade em Feira de Santana estão reivindicando da Prefeitura que aumente o limite estabelecido em decibéis para a sonorização de eventos no município. O assunto foi apresentado na Câmara, esta semana, pelo vereador Galeguinho SPA (PSB). Músico e representante da categoria no Poder Legislativo, ele esteve reunido com os sonoplastas recentemente e diz que recebeu esta “missão”, de buscar o debate com os órgãos responsáveis, em busca de um entendimento. Em discurso, Galeguinho sugeriu a realização de uma audiência pública para o debate do tema.  “Precisamos encontrar um caminho  para que esta categoria não seja ainda mais prejudicada e perseguida”, diz o vereador, levando em conta a crise que já se abate sobre os sonoplastas em razão das restrições causadas pela pandemia de coronavírus. De acordo como vereador, estes profissionais  sobrevivem 100% do uso de seus equipamentos de som e necessitam de uma atenção, para que possam trabalhar de maneira tranquila e em consonância com a legislação. Galeguinho diz que, com os limites em vigência, até mesmo  “a nossa própria conversa” ultrapassa o limite medido pelo decibelímetro. Entre as 7h e 22h, o limite de som permitido é de 70 decibéis e entre as 22h e 6h, 60 db.  Segundo ele, os sonoplastas estão sofrendo com a postura do poder público (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais). Defende que haja bom senso e “um olhar mais carinhoso” com estes profissionais porque “eles precisam sobreviver”. Galeguinho se reuniu ontem (18) com o secretário José Carneiro, de Meio Ambiente, e alguns sonoplastas para discutir o assunto. Além de vereador e músico, Galeguinho é proprietário de um bar que realiza shows em Feira de Santana.

Histórico

2019
set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2018
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2017
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2016
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2015
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2014
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2013
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2012
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2011
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2010
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2009
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2008
dez | nov