×

Busca

(1288) registro(s) encontrado(s) para a busca: Feira de Santana
Feira de Santana / 28 de julho de 2021 - 21H 06m

Rede D’Or compra hospital de Feira de Santana por R$ 201 milhões

Maior conglomerado de hospitais privados do país, a Rede D’Or comprou 100% da operação do  Complexo Hospitalar Maternidade Santa Emilia, em Feira de Santana, por R$ 201.225.000,00 (duzentos e um milhões e duzentos e vinte e cinco mil reais).  Segundo Otávio de Garcia Lazcano, Diretor Financeiro e de Relação com Investidores, um projeto de ampliação do empreendimento deve acontecer em breve. “O Santa Emília é uma maternidade e hospital geral de referência na cidade de Feira de Santana, estado da Bahia, contando com 109 leitos já com a expansão de 35 leitos em andamento, com capacidade para expansão futura de mais 115 leitos, chegando ao total de 224 leitos”, disse em comunicado enviado aos investidores.  Com operações no Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Maranhão, Sergipe e Bahia, a Rede D’Or opera com 49 hospitais, sendo 48 próprios e um sob gestão. O grupo possui um total de 7,5 mil leitos e tem planos de chegar a 11 mil até 2022. Em Feira, o Hospital Santa Emilia é o primeiro investimento da Rede D’Or. Fundado em 2013, o hospital pertencia a 6 sócios.

Feira de Santana / 28 de julho de 2021 - 10H 16m

Toque de Recolher passa a valer a partir de 00h30 em Feira de Santana

A locomoção noturna está restrita das 0h30 às 5h em Feira de Santana. Neste período também fica proibida a venda de bebida alcóolica, inclusive por delivery. As medidas foram renovadas pela Prefeitura de Feira e são válidas até a próxima terça-feira, 3. Bares, restaurantes e similares podem encerrar o atendimento presencial 0h30, já os serviços de entrega de alimentos estão permitidos até as 1h. Apresentações em voz e violão continuam limitadas a um artista, podendo acontecer até as 23h30. Conforme as disposições do decreto, o comércio continua permitido a funcionar conforme escalonamento de setores, devendo cumprir os protocolos de segurança para evitar a disseminação do coronavírus. Os estabelecimentos comerciais que descumprirem as normas do decreto poderão ser interditados, com a suspensão de suas atividades, bem como a cassação dos respectivos alvarás de funcionamento. Em respeito à liberdade de culto, as celebrações e eventos religiosos serão permitidas até as 22h, desde que garantidos o distanciamento e demais restrições estabelecidas nos protocolos de medidas sanitárias em vigor. O transporte coletivo público volta a circular normalmente, das 5h às 22h. Agora os usuários do Passe Estudantil e Passe Livre poderão utilizar o benefício sem restrição de horário.

Assembleia / 22 de julho de 2021 - 18H 29m

Feira de Santana pode ser sede do Centro de Treinamento de Canoagem no Lago Pedra do Cavalo

Como incentivo à prática esportiva, o deputado estadual Angelo Almeida (PSB) sugeriu ao governador Rui Costa que determinou à Superintendência de Desportos do Estado a construção de um Centro de Treinamento de Canoagem no Lago Pedra do Cavalo. Na indicação, feita através da Mesa Diretiva da Assembleia Legislativa da Bahia, o parlamentar ressalta que o equipamento deve abrir os municípios de Feira de Santana, Santo Estevão, Antônio Cardoso, Cabaceiras do Paraguaçu, Conceição de Feira e São Gonçalo dos Campos. Além de estimular a prática esportiva, o objetivo é que impulsione também o turismo e a geração de emprego e renda, impactados pela pandemia da covid-19. “O esporte é um poderoso instrumento de prevenção de doenças, combate ao estresse, melhoria da autoestima, memória, auxílio da criatividade e alternativa para uma interação social. Além de contribuir com tudo isso, o Centro pode favorecer o turismo, a geração de empregos e se tornar um espaço também para atletas que já praticam a canoagem em condições não ideias ”, assinala Angelo. O deputado exemplifica com uma história impressionante do atleta olímpico baiano Isaquias Queiroz, que enfrentou desafios e se tornou referência mundial em canoagem. Apenas nos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro ele conquistou três medalhas.

Outros equipamentos na Bahia 

Atualmente, existem dois centros de canoagem implantados no estado: um no município de Itacaré e o outro em Ubaitaba. “O Lago de Pedra do Cavalo é um potencial hídrico que pode ser amplamente explorado para a prática de esporte ao ar livre, uma necessidade ainda maior no momento de pandemia que estamos enfrentando”, reforça Angelo.

Feira de Santana / 18 de julho de 2021 - 17H 47m

Feira de Santana segue vacinando pessoas acima de 38 anos nesta segunda-feira

A aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid continua em Feira de Santana para pessoas acima de 38 anos ou que vão completar a idade ainda este ano (nascidos em 1983) nesta segunda-feira,19. Quem tem mais de 38 anos e ainda não foi vacinado também pode receber a dose. A vacinação com a primeira dose acontece na UniFTC, das 8h às 12h; na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), das 8h às 12h; nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e na sede dos distritos, das 8h às 17h. Vale destacar que por conta da ampliação da faixa etária é possível que, de acordo com a demanda, as doses nos pontos de vacinação esgotem antes do fim do dia. Para receber o imunizante é obrigatório apresentar RG, CPF e comprovante de residência no nome da pessoa a ser vacinada, de pai ou mãe ou com alguma comprovação de vínculo. Se for aluguel, um documento que comprove a locação. Nos casos em que a residência está no nome do cônjuge ou ex cônjuge, é necessário apresentar a certidão de casamento ou divórcio. No local da vacinação, equipes de triagem fazem a consulta do cartão SUS para confirmar a lotação em Feira de Santana.
 
SEGUNDA DOSE
Também continua a aplicação da segunda dose para aqueles que estão no período recomendado. A vacinação acontece nas UBSs. Para isso é preciso apresentar a caderneta de vacinação com registro da primeira dose, RG, CPF e comprovante de residência.
 
Confira a lista das Unidades Básicas de Saúde (UBS):
UBS Cassa / Endereço: rua Frei Aureliano Grotamares, S/N, Capuchinhos.
UBS Subaé / Endereço: rua 2ª Travessa Politeama, S/N, Subaé.
UBS Caseb 1 / Endereço: rua Japão, S/N, Caseb.
UBS Caseb 2 / Endereço: rua São Valentin, S/N, Caseb.
UBS Baraúnas / Endereço: rua Petronílio Pinto, 186, Baraúnas.
UBS Irmã Dulce / Endereço: rua Cupertino Lacerda, 1.759, Brasília.
UBS Mangabeira / Endereço: avenida Tupinambá, S/N, Mangabeira.
UBS Serraria Brasil / Endereço: rua Cupertino Lacerda, 297, Brasília.
UBS Jardim Cruzeiro / Endereço: rua Miguel Calmon, S/N, Jardim Cruzeiro.
UBS Dispensário Santana / Endereço: rua Mercúrio, 320, Jardim Acácia.
UBS Centro Social Urbano (CSU) / Endereço: rua Tostão, S/N, Cidade Nova.
Confira a lista da sede dos Distritos:
Jaíba
Bonfim de Feira
Tiquaruçu
Jaguara
Humildes
Ipuaçu
Maria Quitéria
Matinha
Feira de Santana / 14 de julho de 2021 - 08H 57m

Projeto lança site com mapa da violência em Feira de Santana

Inara Almeida, repórter

Um site com dados sobre a violência de Feira de Santana foi lançado na última sexta-feira (09). O Projeto Dados Abertos de Feira, uma iniciativa de fomento a transparência e dados abertos no município foi o responsável pela criação do mapa, em que é possível ter acesso à quantidade de boletins registrados, bairros de maiores incidências, tipos de crimes e perfil das vítimas. Ana Paula Gomes, fundadora do Dados Abertos e idealizadora do Mapa da Violência, conta que a iniciativa veio a partir do próprio tema, que é de interesse popular, mas não há informação disponível no site da prefeitura ou governo que evidencie se as políticas públicas são baseadas em dados e quais são as ações sobre segurança. Os dados foram solicitados a Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia em janeiro e, inicialmente, negados, sendo necessário passar pela segunda instância para serem fornecidos. A análise dos dados, de acordo com Ana Paula, foi breve, o que não permitiu a exploração de números relacionados ao feminicídio durante a pandemia, por exemplo. “Fizemos uma análise mais exploratória que é, simplesmente, mostrar os dados, as porcentagens e permitir que as pessoas busquem.”, afirma.

A IMPORTÂNCIA DE CONHECER OS DADOS

A dificuldade de acesso aos dados por parte da população é uma realidade e apresenta várias facetas. Para Ana Paula, as pessoas não se interessam o quanto deveriam em acessar essas informações, da mesma forma que não existe motivação política para abrir esses dados. Além disso, a complexidade do tema administração pública também é um empecilho para alcançar esses números. “No Dados Abertos de Feira, o que a gente tenta fazer é mostrar para as pessoas que é possível encontrar essas informações e que são públicas, mas que a gente precisa usar o ferramental que a gente tem à disposição”, afirma.
O Mapa da Violência é importante para dar uma visão ampla da segurança da cidade. Enquanto iniciativa pública, a criação do mapa possibilitaria a criação de políticas baseadas nesses dados, como direcionamento de viaturas, fiscalização e medidas de prevenção da violência. Em junho, o vereador Jhonatas Monteiro (PSOL) protocolou um projeto de lei na Câmara Municipal que propõe a criação de um Mapa da Violência, mas a votação ainda não tem data definida. No Dados Abertos de Feira sobram ideias e faltam voluntários. Ana Paula diz que há muitos dados interessantes em campos como saúde e educação e que há interesse em publicá-los, mas que precisam de pessoas qualificadas para fazer esse trabalho. Caso você tenha interesse em ser voluntário, deve entrar em contato através do Instagram @DadosAbertosdeFeira.

Clique AQUI e acesse o mapa da violência. 

Assembleia / 13 de julho de 2021 - 13H 24m

Deputado sugere Comenda 2 de Julho ao arcebispo metropolitano de Feira de Santana

O deputado estadual Angelo Almeida (PSB) apresentou projeto de resolução na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) para concessão da Comenda 2 de Julho ao arcebispo metropolitano de Feira de Santana, Dom Zanoni Demettino Castro. A homenagem ocorrerá em data a ser definida, após aprovação dos parlamentares. A honraria é a mais alta da Casa e, para Angelo, será uma forma de reconhecer a dedicação de Dom Zanoni aos projetos sociais e luta pela manutenção dos princípios democráticos, colocando a Bahia em destaque no cenário nacional. “Dom Zanoni tem uma trajetória marcada pela defesa dos direitos dos mais necessitados e compromisso com a democracia e liberdade. Ele não se esquiva dos debates da construção social e política do nosso país”, frisa o deputado. Nascido dia 23 de janeiro de 1962, em Vitória da Conquista, Dom Zanoni foi ordenado padre em 1986. É formado em filosofia, teologia e mestre em teologia sistemática. Sua ordenação episcopal aconteceu 2007, em Vitória e, no mesmo ano, sucedeu a Dom Aldo Gerna na diocese de São Mateus, no Espírito Santo. Por determinação do Papa Francisco, foi nomeado, em 2014, arcebispo coadjutor da Arquidiocese de Feira de Santana. Em 2015, com a renúncia do então arcebispo Dom Itamar, que completara 75 anos, assumiu a função na qual segue, com reconhecimento social. No Regional Nordeste 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Zanoni foi escolhido como bispo referencial para a 6ª Semana Social Brasileira e membro do Grupo de Trabalho da CNBB pelo Pacto pelo Vida e pelo Brasil. Em âmbito nacional, é o bispo referencial da Pastoral Afro Brasileira e membro da Comissão Episcopal para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso.

Feira de Santana / 12 de julho de 2021 - 20H 27m

Governo discute transferência da gestão do CIS para o Centro das Indústrias de Feira de Santana

Com o objetivo de discutir a transferência da gestão do Centro Industrial do Subaé (CIS) para o Centro das Indústrias de Feira de Santana (CIFS), o secretário de Desenvolvimento Econômico, Nelson Leal, participou, nesta segunda-feira (12), do encontro com representantes de entidades empresariais do município. Durante a reunião, no auditório do Hotel Atmosfera, o secretário recebeu, das mãos dos empresários, documento com sugestões para o desenvolvimento da região. “Viemos aqui hoje discutir a política industrial, sobretudo porque entendemos que a parceria com as indústrias e os empresários deve ser cada vez mais estendida. Estamos conversando para buscar a melhor solução tanto para o estado quanto para os empresários no que diz respeito ao  CIS. É importante priorizar o desenvolvimento e, para fazer com que essa cidade seja cada vez melhor para se viver. Esse nosso projeto de passar os distritos industriais para quem de fato o faz e esta no seu dia trabalhando e lutando, ele é sem sombra de dúvida o caminho mais eficiente.A minha vinda aqui hoje é um chamado para uma parceria que nós obviamente iremos ter e que será um grande avanço para impulsionar a industrialização do interior da Bahia”, disse Leal. Para o Presidente da Associação Comercial e Empresarial de Feira de Santana, Genildo Leal, o encontro foi muito proveitoso, pois além do anúncio de novos investimentos para o município, a comunicação com o Governo do Estado se estreitou ainda mais. “Estaremos sempre de portas abertas, com um permanente diálogo, no intuito de trazer sempre benefícios para o comércio, a indústria e os serviços da nossa cidade. Parabenizo a brilhante apresentação feita hoje aqui pela equipe da SDE”, disse Genildo. Na ocasião,  duas empresas assinaram dois protocolos de intenções com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). Em Feira de Santana, a Palma Flex Indústrias de Embalagens deve investir R$ 2,8 milhões para ampliar e modernizar a sua fábrica destinada à produção de bobinas fracionadas de filmes stretch, shrink e filmes técnicos para empacotamento automático, sacarias e compostos termoplásticos reciclados. Com a expansão, a empresa terá o incremento na capacidade de produção estimada em até 458,8 mil kg por ano. A empresa pretende gerar 25 empregos. Já a Movemba Indústria e Comércio de Móveis e Embalagens Plásticas deverá investir R$ 1,5 milhão na implantação de uma unidade industrial voltada à fabricação de móveis e baldes plásticos injetados. A empresa deve promover 27 empregos e terá a capacidade de produção de até 1,2 mil toneladas por ano. “A expectativa é gerar mais empregos. Uma empresa que começou pequena e agora pretende crescer com a indústria de plástico, que produz sacolas, filmes plásticos e outros produtos”, explicou o sócio da empresa Palma Flex Ricardo Sena Aragão. O encontro também contou com a presença do presidente do Centro das Indústrias de Feira de Santana (CIFS), Augusto Fábio Soares, do presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Feira de Santana, Luiz Mercês, e do representante da Federação das Indústrias do Estado da Bahia, João Baptista Ferreira.
Bahia / 07 de julho de 2021 - 21H 22m

Imóvel público em Feira de Santana foi arrematado em leilão do estado

Dois imóveis públicos foram arrematados pelo valor de R$ 1,2 milhão no Leilão 003/2021, realizado na terça-feira (6), pela Secretaria da Administração (Saeb), no Centro Administrativo da Bahia. Os imóveis leiloados não estavam sendo utilizados e os recursos arrecadados com a venda dos bens serão usados para diminuir o déficit previdenciário do Estado.

Lotes

O lote número 1 do Leilão, um terreno de 20 mil metros quadrados em Feira de Santana, foi arrematado por R$ 950 mil, valor com um ágio de 42,6%. O outro imóvel vendido no certame foi o lote número 4, um apartamento situado no bairro do Costa Azul, arrematado por R$ 294 mil. Outros cinco imóveis apregoados no Leilão não receberam ofertas dos participantes.

Escolhida por sorteio eletrônico, a leiloeira oficial Kátia Cerqueira da Silva Casaes comandou o Leilão. O Certame foi do tipo maior lance ou oferta. Ou seja, arremataram os bens aqueles que ofereceram o valor mais alto.

Os arrematantes precisaram pagar um sinal correspondente a 5% do valor do lote, no ato. Os outros 95% foram parcelados em dez vezes, como permitia o Edital do Leilão. Os licitantes vencedores também pagaram a leiloeira a comissão de 5% sobre o valor da arrematação.

Sobre os leilões

O Leilão é acessível a qualquer pessoa física ou jurídica de natureza pública ou privada. Para participar basta que interessados façam um cadastro, antes da abertura da sessão, apresentando cópias dos documentos de identidade, CPF e comprovante de residência, ou cartão do CNPJ, no caso de pessoa jurídica.

Além de mitigar o déficit da previdência, a venda dos bens evita gastos com a manutenção, segurança e preservação de imóveis fechados. Os imóveis leiloados não estavam sendo utilizados pelo Governo. Alguns deles são bens apreendidos pela Secretaria da Fazenda, enquanto outros já foram ocupados por órgãos públicos, que não funcionam mais nos locais.

Os bens receberam autorização para venda pelas leis estaduais 7.624/2000, 8.576/2003, 8.633/2003.

Câmara de Feira / 06 de julho de 2021 - 19H 44m

Vereador propõe criação de Mapa Municipal da Violência em Feira de Santana

Vereador propõe criação de Mapa Municipal da Violência em Feira de Santana
Jhonatas Monteiro é o autor do requerimento. Foto: Ascom/Câmara

O mandato do vereador Jhonatas Monteiro (PSOL) protocolou um projeto de lei na Câmara Municipal, que propõe a criação de um Mapa da Violência para Feira de Santana. O objetivo é instituir um mecanismo público de coleta, sistematização e análise de dados sobre os homicídios ocorridos no município, que apresente indicadores por gênero, raça e idade das vítimas, além da localização das ocorrências, oferecendo uma visão ampla da situação, sobretudo em áreas mais vulneráveis, que possa subsidiar a proposição de medidas de prevenção e combate à violência que não se resumam apenas à ações de policiamento. Na sessão desta terça-feira (06), Jhonatas utilizou a tribuna da Câmara para falar sobre seu projeto e destacou os índices de criminalidade de Feira de Santana, que fizeram do município o 9º mais violento do mundo dentre aqueles com mais de 300 mil habitantes, segundo levantamento da ONG mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal. O vereador também afirmou que a divulgação e caracterização dos crimes violentos em Feira de Santana tem estado a cargo apenas da imprensa, sem que o poder público assuma qualquer tipo de responsabilidade com relação a isso, e que a falta de monitoramento e análise dos dados por parte do governo só contribui para que a “matança que ocorre em Feira de Santana siga sendo invisibilizada”. A votação do projeto de lei ainda não tem data prevista, mas deve ocorrer no segundo semestre, após o retorno do recesso parlamentar.

Feira de Santana / 30 de junho de 2021 - 22H 31m

Sorteio do milhão da Nota Premiada Bahia sai para Feira de Santana

O prêmio de R$ 1 milhão da campanha Nota Premiada Bahia saiu para um contribuinte de Feira de Santana. O sorteio especial, realizado na noite desta quarta-feira (30), bateu recorde, com mais de 613 mil participantes. Para concorrer, bastava estar cadastrado no site da campanha (www.notapremiadabahia.ba.gov.br) e incluir o CPF na nota fiscal a cada compra realizada em estabelecimentos comerciais. O coordenador de educação fiscal da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA) e dos programas Nota Premiada e Sua nota é um Show de Solidariedade, André Luiz Souza Aguiar, explica como são obtidos os números vencedores e como é auditado o resultado. “Os números são oriundos da Loteria Federal, de onde extrai-se o número de sorte para cada vencedor. O resultado em seguida é homologado pela Auditoria Geral do Estado. Verificando-se que todos os dados estão corretos, há uma publicação deste resultado e a comunicação para o cidadão que foi sorteado”, afirma o coordenador. Concorreram neste sorteio mais de 259 milhões de bilhetes, acumulados em todas as compras realizadas entre 1° de março de 2019 e 31 de maio deste ano. De acordo com a Sefaz-BA, desde fevereiro de 2018, ao todo, 1.678 pessoas já foram contempladas com prêmios em dinheiro, das quais 1.069 moram na capital, 608 no interior e uma fora do estado. A solidariedade é outro aspecto do programa. O participante, no ato do cadastro, escolhe até duas entidades, uma da área social e outra da área de saúde, com as quais irá compartilhar as suas notas eletrônicas. Essas notas então se transformam em recursos transferidos às instituições pelo governo baiano. Até o momento, já foram doados R$ 40,8 milhões para essas entidades, considerando o último repasse realizado neste mês de junho. Quem se interessar em saber como o número premiado é auferido e outras informações pode consultar o site da campanha (www.notapremiadabahia.ba.gov.br).

Histórico

2019
set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2018
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2017
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2016
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2015
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2014
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2013
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2012
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2011
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2010
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2009
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2008
dez | nov