×

Busca

(314) registro(s) encontrado(s) para a busca: Política
Bahia / 20 de janeiro de 2023 - 21H 31m

Na Paraíba, Jerônimo Rodrigues participa de reunião do Consórcio Nordeste e aponta prioridades para investimentos federais na região

O governador Jerônimo Rodrigues e os demais governadores do Consórcio Nordeste se encontraram em João Pessoa, na Paraíba, nesta sexta-feira (20), para alinhar as ações e políticas públicas que vão permitir o diálogo entre governo federal, estados e municípios e com isso garantir os investimentos para a região. Um plano de ação e a lista de prioridades foi construída e será apresentada ao presidente Lula na reunião agendada para o final do mês de janeiro com governadores de todo o Brasil, em Brasília. Dentre as demandas, estão o combate à fome, a geração de emprego, a escassez de água, energia elétrica e internet, a questão da moradia, entre outras demandas.

“Hoje, nós estamos aqui discutindo um documento com a proposta de articular uma relação federativa, sobre como é que os estados vão se relacionar com o governo federal. Nós tivemos uma ausência total do governo federal nos últimos quatro anos em relação aos municípios e estados e a gente quer restabelecer isso. Não se faz política isolada. E dentro deste contexto, estamos trazendo e discutindo as nossas propostas de ações produtivas, por exemplo, produção de energia renovável, retomada dos programas Minha Casa Minha Vida, Água para todos, Luz para Todos, incluímos o Internet para Todos para conectividade acontecer de forma mais dinâmica. Então, são projetos estruturantes, de inclusão”, explicou o governador da Bahia.

Além de Jerônimo e do anfitrião, João Azevêdo (Paraíba), estavam presentes todos os demais governadores do Nordeste: Raquel Lyra (Pernambuco); Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte); Paulo Dantas (Alagoas); Elmano de Freitas (Ceará); Carlos Brandão (Maranhão); Rafael Fonteles (Piauí); e Fábio Mitidieri (Sergipe). Jerônimo estava acompanhado do chefe de gabinete, Adolpho Loyola, e do deputado federal Afonso Florence.

No encontro, Jerônimo apresentou as prioridades baianas para os investimentos federais. “Nós estamos trazendo uma pauta de água para toda a Bahia, em especial para o semiárido. Novas barragens, abastecimento de água nas cidades, para o turismo e indústrias. Estamos trazendo um sistema rodoviário importante para nós que é a Ponte Salvador – Itaparica e toda rodovia ligando ao continente, no litoral sul, e estamos trazendo também aqui um tema da questão ambiental que é a recuperação do Rio São Francisco e dos rios que abastecem a nossa calha porque é de onde nós abastecemos as nossas cidades”, detalhou.

Há grande expectativa do destravamento de investimentos federais nos estados. Esta semana, o Ministério dos Transportes apresentou um plano de ações a serem realizadas nos primeiros 100 dias de governo. Na Bahia, há previsão de que seja feita a publicação de edital de lote remanescente da Ferrovia de Integração Oeste Leste (FIOL), alargamento e terceiras faixas para aumentar segurança e trafegabilidade em trecho da BR-242, outras medidas para garantir o escoamento de safra de grãos na BR-242, serviço de atendimento de emergências e monitoramento de ocorrências de fenômenos da natureza em tempo real, com articulação com outros órgãos e governos estadual, e intervenções em rodovias federais como a BR-030, BR- 330, BR- 101 e BR- 418.

20 de janeiro de 2023 - 11H 19m

José Ronaldo desconversa sobre candidatura a prefeito: ‘Estou cuidando da vida’

Apesar dos seus pares políticos darem como certa, nos bastidores, a candidatura nas eleições municipais de 2024, José Ronaldo ainda não garante que concorrerá ao pleito, desconversando quando questionando sobre o assunto.

Após ser preterido na vaga de vice na chapa de ACM Neto, e diante da derrota do seu grupo, o ex-prefeito de Feira de Santana se manteve longe dos holofotes por um período, refletindo ao lado da família o seu futuro político.

Em entrevista ao Bahia Notícias, Ronaldo tergiversou em relação a uma eventual candidatura ao Paço Maria Quitéria, pregando cautela: “Eu estou cuidando da vida. O pessoal está muito adiantado. Saí da campanha politica e [estou] vendo minha vida. Vendo a vida pessoal. Não tenho pensado nisso, nem conversado com ninguém”, enfatizou.

Enquanto isso, no tabuleiro da política feirense diversas peças já têm se movimentado, de olho na Prefeitura Municipal. Entre os mais cotados para a disputa estão o deputado estadual reeleito Ângelo Almeida (PSB), o deputado federal reeleito Zé Neto (PT), o ex-presidente da Câmara Fernando Torres (PSD) e o deputado em primeiro mandato Pablo Roberto (PSDB).

Feira de Santana / 18 de janeiro de 2023 - 08H 27m

Fascismo no Brasil será tema de aula magna da Uefs

A aula magna do semestre 2023.1 da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) será realizada no dia 14 de fevereiro. Com o tema, ”Fascismo no Brasil, a luta antifascista e o papel das universidades públicas” a palestra será proferida pelo professor Alysson Leandro Mascaro, da Universidade de São Paulo (USP). A conferência vai ocorrer às 9h30, no anfiteatro, módulo 2.

Alysson Leandro Mascaro é jurista, filósofo e autor dos livros “Crítica do Fascismo”, “Crise e Golpe”, “Filosofia do Direito”, “Sociologia do Direito” e “Estado e Forma Política”. O docente é doutor em Filosofia e Teoria Geral do Direito pela USP. O evento é voltado para alunos, professores, servidores técnico-administrativos e sociedade em geral. O semestre 2023.1 começa no dia 9 de fevereiro.

Feira de Santana / 18 de janeiro de 2023 - 08H 02m

Governo do Estado alfineta Prefeitura de Feira: ‘Parece desconhecer as obrigações constitucionais’

A saúde pública em Feira de Santana segue pautando a política baiana. De um lado, a Prefeitura cobra celeridade na fila da regulação, publicando diariamente em seu site os números de feirenses aguardando atendimento. Do outro, o Governo do Estado cobra a parcela da contribuição municipal, principalmente em função da promessa de um hospital, durante campanha do prefeito Colbert Martins (MDB).

Em mais um capítulo deste desdobramento, o Governo do Estado publicou uma nota, no portal oficial, exaltando os quase R$ 240 milhões investidos na saúde da Princesa do Sertão, aproveitando a ocasião para alfinetar a gestão do município.

“O Governo do Estado realiza diversos investimentos no município de Feira de Santana, em busca de melhorar as condições de vida da população de local, sobretudo na área saúde. Cerca de 240 milhões de reais são investidos por ano em custeio de serviços de saúde, a fim de suprir lacunas deixadas pela gestão municipal, que parece desconhecer as obrigações constitucionais da segunda maior cidade da Bahia, que é cuidar tanto da atenção básica, o que envolve consultas, exames e cirurgias eletivas, passando pela Urgência e Emergência, e até a alta complexidade”, diz trecho.

O superintendente de Atenção à Saúde da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), Igor Lobão ressaltou que 40 novos leitos UTI e 11 novas salas cirúrgicas devem ser construídas no Hospital Clériston Andrade ainda em 2023, com a ampliação a e climatização das enfermarias, assim como a ampliação da estrutura da Hemoba.

12 de janeiro de 2023 - 19H 00m

Jerônimo Rodrigues garante que Feira será uma das prioridades, de olho nas eleições de 2024

O governador Jerônimo Rodrigues (PT) participou, nesta quinta-feira (12), do seu primeiro cortejo do Senhor do Bonfim estando à frente do Palácio de Ondina. Apesar da festa ser realizada na capital baiana, Feira de Santana também esteve em pauta.

Já de olho nas eleições municipais de 2024, o petista pouco a pouco vai dando início às movimentações políticas nos bastidores, visando construir uma base sólida, capaz de disputar de maneira competitiva a prefeitura das principais cidades do estado, onde a base teve menor desempenho durante o ano passado.

Em entrevista ao bahia.ba, Jerônimo antecipou que Feira de Santana está entre estes municípios: “Salvador será uma prioridade, Feira de Santana, Vitória Conquista, os municípios do Oeste, que nós queremos dialogar fortemente”, disse, completando em seguida.

“Nós vamos já já iniciar uma pauta de diálogo com as forças nossas, que nos acompanharam nas eleições passadas, pra gente encontrar bons nomes. Nós temos bons nomes e vamos, sim, fazer uma agenda política de dialogar sobre as eleições de 2024”, concluiu o governador.

Política / 08 de janeiro de 2023 - 22H 39m

Políticos feirenses repudiam atentados terroristas em Brasília

Autoridades de Feira de Santana reagiram aos ataques terroristas por golpistas realizados neste domingo (08) em Brasília, no Distrito Federal. Os atos antidemocráticos levaram caos e destruição aos prédios de sedes dos poderes da República, Executivo, Legislativo e Judiciário.

A deputada federal Dayane Pimentel (União Brasil) classificou os atentados golpistas como “lamentável parte da nossa história brasileira, mas vamos vencer um pouco mais a cada dia”.

Zé Neto, deputado federal pelo PT, usou o seu perfil no Twitter para se pronunciar sobre os atos deste domingo. “A barbárie e o vandalismo são a destruição da ordem, da legalidade e da paz. Chega!”, pontuou o congressista.

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e deputado estadual licenciado pelo PSB, Angelo Almeida, defendeu em um tweet que “núcleos financiadores devem ser localizados e presos”.

Felipe Freitas, secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, também através do Twitter, repudiou os atentados golpistas. “A democracia não se curvará a truculência e ao autoritarismo”, escreveu o feirense.

Por meio de uma publicação no story no Instagram, o deputado estadual José de Arimateia, compartilhou uma mensagem do presidente do seu partido, o Republicanos, em que repudia todos os atos de terrorismo em Brasília.

Já o deputado estadual diplomado Pablo Roberto (PSDB), utilizou o Twitter para repudiar os atos golpistas. “Não se faz oposição com bravatas, vandalismo e destruição”, afirmou Pablo.

Binho Galinha (Patriota), deputado estadual diplomado, se disse “a favor da liberdade de expressão mediante a manifestações de paz e repudiamos todo ato de vandalismo e violência”.

Deputado estadual por três mandatos, Carlos Geilson, ponderou pelo Twitter que “a vontade de um povo tem de ser imposta pelos caminhos da democracia onde a minoria respeita a maioria vencedora”.

A presidente da Câmara de Vereadores de Feira, Eremita Mota (PSDB) compartilhou o seguinte, “precisamos respeitar a democracia e as instituições do país. Só desta forma poderemos construir um futuro melhor”.

Até a publicação desta matéria, o prefeito Colbert Filho ainda não tinha se pronunciado sobre os atentados.

Bahia / 05 de janeiro de 2023 - 07H 33m

Municípios baianos vão entrar na justiça contra queda de receita

Nesta quarta-feira (4), a União dos Municípios da Bahia (UPB) participou de uma reunião com a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) sobre o assunto que está tirando o sono dos gestores de todo o Brasil.

Durante a reunião, a CNM apresentou um modelo de ação judicial com pedido de liminar que deve ser impetrada pelos municípios na Justiça Federal, citando o IBGE e a União, que é quem responde pelo TCU. Como argumento o movimento municipalista sugere a decisão como abrupta, publicada em 29 de dezembro com validade para 1º de janeiro, e que fere a Lei Complementar 165, que congelou os coeficientes até que um novo Censo Populacional fosse concluído – a previsão é que isso ocorra somente em fevereiro de 2023.

A reunião teve a participação dos prefeitos baianos de forma virtual e, na sede da UPB, foi acompanhada pela equipe técnica da entidade e os prefeitos Danilo Salles, de Várzea da Roça, Roberto Bruno, de Umburanas, Djalma dos Anjos, de Novo Horizonte, e José Mendonça, de Heliópolis.

O Censo do IBGE é a principal fonte de dados sobre a situação de vida da população brasileira e é a partir da contagem populacional feita pela pesquisa que é possível definir políticas públicas nacional, estadual e municipal. A questão é que dados coletados pela mega pesquisa até o momento estão causando dor de cabeça para os prefeitos. O Censo não foi concluído, mas 101 municípios baianos já estão enfrentando grande perda de arrecadação no Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que será repassado neste dia 10, por conta de divergência entre os dados de contagem populacional do Censo e os dessas prefeituras.

Tudo isso porque no dia 28 de dezembro o Tribunal de Contas da União (TCU) publicou a Decisão Normativa nº 201 com novos coeficientes para a divisão do FPM tendo como base de cálculo o Censo inacabado do IBGE. Na Bahia, apenas 83% dos domicílios foram recenseados e os dados populacionais enviados ao TCU foram com base em estimativas. A contagem populacional é um dos parâmetros utilizados pelo TCU no cálculo de distribuição do FPM e outros repasses constitucionais.

Com 80% dos municípios baianos dependendo quase que exclusivamente da receita proveniente do FPM, a União dos Municípios da Bahia (UPB) demonstra grande preocupação com a medida e argumenta que a perda de recursos impacta diretamente na prestação de serviços à população e na manutenção de compromissos já assumidos com a contratação de pessoal e fornecedores.
“É uma perda complicada para o município que é pequeno. A gente calcula uma perda de quase R$500 mil por mês. Isso é o que mantém o hospital aberto com receita própria. O Jurídico da UPB está nos dando todo o suporte, em contato com o jurídico do município, para reunir todos os dados de comprovação, entrar com uma ação e ver se a gente consegue reverter essa situação. Não há justificativa para uma perda tão grande nem no nosso município, nem nas cidades da região que estão com a economia aquecida e número de nascidos e crianças matriculadas em crescimento”, reforçou o prefeito de Várzea da Roça, Danilo Salles.

Bahia / 03 de janeiro de 2023 - 18H 20m

Feirense é empossado Secretário de Justiça pelo governador Jerônimo Rodrigues

Feirense é empossado Secretário de Justiça pelo governador Jerônimo Rodrigues
Foto: Mario Marques
A nova secretária de Assistência e Desenvolvimento Social da Bahia (Seades), Fabya Reis, e o novo secretário de Justiça e Direitos Humanos da Bahia (SJDH), Felipe Freitas, foram empossados na manhã desta terça-feira (3), pelo governador Jerônimo Rodrigues. A cerimônia foi realizada na tenda instalada na área verde da Assembleia Legislativa da Bahia, em Salvador.
A Seades e a SJDH foram criadas após a reforma administrativa, a partir do desmembramento da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, com o objetivo de potencializar as políticas públicas voltadas à inclusão, garantia de direitos e no combate à fome na Bahia.
A cerimônia foi aberta ao som da banda Didá, que tocou o Hino Oficial da Bahia e contou com a presença do vice-governador Geraldo Júnior, deputados, prefeitos, vice-prefeitos, representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA), do Tribunal de Justiça e lideranças de diversos segmentos. Além de Felipe Freitas e Fabya Reis, outros 24 secretários foram empossados na cerimônia.
No discurso, o governador, Jerônimo Rodrigues, agradeceu a todos que aceitaram estar no governo para cuidar dos baianos e destacou que fará um governo participativo. Ele ressaltou que as pastas têm um papel fundamental para as políticas públicas de combate à fome e promover a igualdade social.
“A missão é um chamado para a gente cuidar da Bahia. Ainda nesta semana nos reuniremos para avaliarmos as prioridades e tocarmos esse projeto que vai cuidar ainda mais dos baianos e baianas”, afirmou Jerônimo.
A secretária Fabya Reis enfatizou a luta na garantia de direitos aos cidadãos baianos e ressaltou a retomada as políticas públicas para melhorar a vida das pessoas. “Vivemos, sem dúvidas, novos tempos no Brasil, de uma grande retomada de políticas públicas e garantia de direitos, dinâmica tão ausente nos últimos períodos. Aqui na Bahia, sob liderança do governador Jerônimo Rodrigues, seguiremos trabalhando firme para transformar ainda mais a vida das pessoas”, destacou a secretária.
O novo secretário de Justiça e Direitos Humanos, Felipe Freitas, ressaltou também a importância de discutir políticas públicas que possam promover o acolhimento e a igualdade social.
“Vamos reforçar as ações que vão possibilitar o diálogo com as instituições para garantir o acesso à justiça para a população e promover a proteção aos grupos que são vítimas de violência e discriminação”, destacou o secretário.
Felipe da Silva Freitas é formado em direito pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), mestrado e doutorado pela Universidade de Brasília (UNB). Como pesquisador, Felipe Freitas possui diversos trabalhos ligados na área de direito constitucional com foco em temas voltados à Violência, juventude e política.
Ele também é professor colaborador do programa de mestrado profissional em segurança pública da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e professor do corpo permanente do Programa de Pós-Graduação em Direito Constitucional do Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP).
No Governo do Estado, Felipe Freitas atuou como assessor técnico na área de igualdade racial e políticas públicas de juventude e acumula também experiências na esfera federal, onde foi coordenador nacional do Plano de Prevenção à Violência contra Juventude Negra do Governo Federal (2012 – 2014), secretário Executivo do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República e assessor parlamentar na Câmara dos Deputados no mandato do deputado federal Luiz Alberto (PT/BA).

Como consultor, acumula muitas atuações na Organização das Nações Unidas. Também foi o responsável pela elaboração da Matriz Nacional de Formação dos Servidores(as) Penais. Trabalhou junto ao Centro de Formação Jurídica e Judiciária do Governo de Moçambique e, desde 2010, atua na área de pesquisa do Observatório Direitos Humanos, Crise e Covid-19 que reúne dezenas de organizações da sociedade civil brasileira.

Câmara de Feira / 02 de janeiro de 2023 - 15H 27m

Eremita Mota toma posse e se torna a primeira mulher presidente da Câmara de Feira

Na manhã desta segunda-feira (02), a vereadora Eremita Mota (PSDB) tomou posse e se tornou a primeira mulher presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana.

“Isso é muito bom e eu estendo essa alegria e esse entusiasmo à todas as mulheres, para que cada mulher possa ter esse interesse pela política”, disse Eremita ao Blog.

Comandando o Legislativo feirense pelos próximos dois anos, a nova presidente da Câmara defendeu uma pauta com projetos que possam assistir e incentivar a entrada de mulheres na política. Eremita Mota também pontuou esperar ter um bom diálogo com o prefeito Colbert Filho.

Com Fernando Torres como 1º vice-presidente, a nova Mesa da Câmara terá ainda o vereador Paulão do Caldeirão (PSC) como 2º vice; Ron do Povo (MDB), na 3ª vice-presidência; Lu de Ronny (MDB) continuará 1ª secretária; Pastor Valdemir Santos (PV), 2º secretário e Edvaldo Lima (MDB) mantido no cargo de 3º secretário.

O novo corregedor da Câmara será o vereador Galeguinho SPA (PSB).

Bahia / 01 de janeiro de 2023 - 11H 00m

Em discurso de posse, Jerônimo afirma que combate à fome, pobreza e desemprego serão prioridades 

“O compromisso central do meu governo é a promoção da inclusão social”, afirmou o governador Jerônimo Rodrigues em seu discurso de posse, na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), em Salvador, na manhã deste domingo (1º). Para o novo Chefe do Executivo baiano, “o ato de posse é, antes de tudo, uma cerimônia de reafirmação e ampliação de compromissos. Nós iniciamos hoje, uma nova etapa neste processo histórico de mudanças sociais da Bahia”.

Jerônimo lembrou sua origem humilde e disse que é resultado de lutas, sonhos e projetos coletivos. “Trago no rosto os traços genuínos do povo brasileiro e, na alma, as marcas de séculos de história do nosso país – e ela nos conta que, em outros tempos, seria impensável que homens como eu, viessem algum dia a governar esse Estado”, afirmou o engenheiro agrônomo e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), que prometeu trabalhar “incansavelmente pelo desenvolvimento dos 15 milhões de baianas e baianos”.

Além do combate à fome, Jerônimo declarou como prioridades do seu governo o enfrentamento da pobreza e do desemprego. “É compromisso meu empregar a nossa energia para promover inclusão por meio de uma política objetiva de desenvolvimento social e econômico que gere trabalho e renda para o nosso povo”, afirmou.

Ao falar sobre o enfrentamento da fome, Jerônimo citou aquela que ele considera uma das mais importantes escritoras do país: “‘quando uma criança passa fome, é problema de todo mundo’, disse uma das mais importantes escritoras brasileiras, Carolina Maria de Jesus. Não basta que o alimento esteja na mesa das pessoas. É preciso promover uma política consistente de Segurança Alimentar e Nutricional na Bahia”, afirmou.

 

Investimentos   

A Bahia é o segundo estado do Brasil com maior volume de investimentos pelo poder público estadual e o governador Jerônimo Rodrigues garantiu que manterá o ritmo intenso de obras e ações em sua gestão. “O Estado continuará priorizando os grandes investimentos em obras de infraestrutura e logística que estão interligando e integrando as nossas regiões, dando a fluidez produtiva que nós precisamos para fazer a roda da economia girar. Avançaremos nas obras de grande envergadura: pontes, entre elas a Ponte Salvador – Itaparica, estradas, aeroportos e aeródromos, portos e ferrovias, além dos grandes investimentos na mobilidade urbana e metropolitana”, afirmou.

O governador também citou investimentos históricos realizados pelos dois governadores que o antecederam, Jaques Wagner e Rui Costa, em áreas importantes como educação, saúde e infraestrutura hídrica, e voltou a pontuar que trabalhará em parceria com prefeitos e prefeitas para avançar no desenvolvimento dos 417 municípios baianos.

Jerônimo também assegurou que seu governo vai “combater firmemente todas as formas de preconceito e discriminação”. Para o governador empossado da Bahia, “é inaceitável que a sociedade ainda conviva com uma violência tão sistemática contra as mulheres, os indígenas e demais povos e comunidades tradicionais, os negros e todos os grupos sociais historicamente excluídos”.

“Esse tempo todo, estamos falando de reconhecimento e afirmação de direitos. Esse é o sentido que move cada ação nossa e isso está refletido na composição da nossa equipe de secretárias e secretários de Estado. Buscamos em nosso governo assegurar a presença de novos perfis políticos, muitos dos quais, filhos do interior da Bahia”, acrescentou em seu discurso.

Na parte final de seu pronunciamento, Jerônimo quebrou o protocolo da cerimônia e convidou seus familiares para ficarem ao seu lado. “Esse patrimônio do interior que vai me ajudar a governar a Bahia”, disse emocionado o governador da Bahia. Ainda na manhã deste domingo, em uma tenda instalada na área verde da Assembleia Legislativa, haverá a cerimônia de transmissão de cargo do ex-governador Rui Costa para o governador Jerônimo Rodrigues.

Histórico

2019
set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2018
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2017
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2016
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2015
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2014
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2013
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2012
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2011
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2010
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2009
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2008
dez | nov