×
Café das 6 / 07 de outubro de 2019 - 09H 32m

Farra de políticos no Vaticano

Feira de Santana / 05 de outubro de 2019 - 22H 09m

Voluntários transformam terreno abandonado em área de lazer

Por João Guilherme Dias

“Tava cheio de lixo, agora tá bacana, o visual mudou”, com essas palavras o vendedor ambulante Wilson Freitas classificou a transformação de um espaço que era depósito de lixo, matagal e entulhos. A renovação do terreno na rua Pax, no bairro Subaé em Feira de Santana foi possível graças a uma ação voluntária realizada pelo representante do movimento RenovaBR na cidade, Rafael Cordeiro.

Neste sábado, (05), milhares de intervenções para limpeza e conservação de espaços públicos foram realizadas em cerca de 445 cidades de todo o Brasil por representantes do RenovaBR, que é considerada a maior escolas de políticos do Brasil. “O propósito é justamente mobilizar pessoas num único objetivo, engajar a comunidade para o seu próprio bem estar”, explica Rafael que revela frequentar o bairro Subaé desde a infância.

Onde antes era apenas matagal, local para proliferação de focos do mosquito da dengue e destino de lixos, se tornou um espaço para convivência que beneficiará os moradores do bairro, com grama, plantas, uma horta comunitária e até um painel de grafite sensibilizando a comunidade da preservação do espaço. Toda a ação do movimento RenovaBR contou com a participação de pessoas e empresas que se voluntariaram para transformar a área. “Nós conseguimos reunir pessoas de boa vontade, contamos com um artista para grafitar, vários voluntários para organizar o ambiente, plantar as gramas, as mudas de plantas, foi um processo árduo, mas bastante satisfatório”, destaca Rafael Cordeiro. O projeto da renovação do terreno no bairro Subaé foi feito voluntariamente pela arquiteta Inês Cerqueira, que disse ter aprovado a iniciativa de envolver a comunidade na ação. “A nova área conta com um caminho para que as pessoas possam circular, fazer um exercício, há um espaço com lixeiras. A ideia do grafite é trazer os alunos das escolas do bairro para desenhar, é um local para convivência dos moradores”, pontua a arquiteta.

Thiago Paim vive no bairro Subaé e relata que o local antes era um espaço tomado por lixo e matagal. “Era um descaso, cheio de lixo, de entulho, tudo era jogado aqui e agora tá diferente, deu outra visão para o bairro, um lugar bem bonito”, disse. Já Nalva Ferreira que mora no bairro há mais de 40 anos conta que nunca tinha visto o espaço limpo e organizado como ficou depois da ação voluntária. “Era horrível, cheio de lixo, agora a gente passa por aqui e é só sorrir, estava precisando disso há muito tempo”.  Quem também aprovou a iniciativa e ajudou como voluntário da ação foi o morador do bairro Matheus Pinheiro. “Estou aqui hoje participando dessa urbanização, pois aqui já foi um espaço muito importante do bairro, era uma feira-livre, e agora depois dessa ação, as pessoas irão visitar esse espaço novamente. Clique AQUI e veja o antes e depois do terreno. 

Bahia / 05 de outubro de 2019 - 22H 00m

Rui inaugura rodovia e obras que somam R$ 19 milhões em Remanso

Os 39 quilômetros do trecho da BR-324 que liga Remanso, no norte da Bahia, à divisa do Piauí, foram inaugurados pelo governador Rui Costa neste sábado (5), após um investimento de R$ 15 milhões. A visita do governador a Remanso incluiu também a entrega de quadra poliesportiva, quatro viaturas, 200 mil mudas de palma, três ambulâncias, oito sistemas de abastecimento de água e 123 títulos de terra, além de autorização de quatro convênios. “É uma alegria imensa entregar obras, em diversas áreas, que vão melhorar a vida das pessoas em Remanso e região. A estrada vai melhorar a economia, a trafegabilidade e a segurança. E já anunciamos mais investimentos, como a iluminação do estádio e um posto de saúde”, afirmou Rui. A pavimentação asfáltica da rodovia beneficia diretamente 150 mil moradores de Remanso, Pilão Arcado e Casa Nova. De acordo com o titular da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), Marcus Cavalcanti, embora seja uma rodovia federal, a Bahia assumiu a responsabilidade de manter a estrada. “Há casos em que o governo federal não se apropria das rodovias, mas, como há necessidade de intervenções, a administração estadual precisa agir. Esse trecho era todo de barro e a população pedia muito por essa obra”, explicou. O assistente social Luís Celso trafega de motocicleta diariamente pela estrada e confirma que esse era um pleito antigo de todos da região. “Antes, era tudo uma buraqueira só. Isso aqui está uma maravilha agora”, avaliou.

Feira de Santana / 04 de outubro de 2019 - 20H 49m

Ação voluntária busca renovar espaço em bairro de Feira de Santana

As cidades brasileiras enfrentam enormes desafios. Da limpeza urbana à conservação de praças e parques, os problemas se multiplicam a espera de solução. E, para cada dificuldade, uma busca por respostas ouvindo o personagem mais importante da cidade: o cidadão comum. Pensando nisso, como parte do curso RenovaBR Cidades 2019, a maior escola de políticos do Brasil criou o projeto #RenovarOBrasil. O projeto acontecerá em Feira de Santana, neste sábado, 5 de outubro, na Rua Pax, 358, bairro Subaé.  Segundo a organização, um terreno baldio onde lixo e mato são predominantes será transformado por voluntários em um espaço de fazer e convivência para os moradores do bairro. A ideia é provar, na prática, que a boa qualificação de pessoas comuns na política tem potencial de gerar um impacto fora do comum. No total serão 1,4 mil ações em 445 cidades do Brasil e com atuação em diversas áreas: educação, saúde, assistência social, cultura, inclusão, meio ambiente, esporte, entre outras. Se você acredita na renovação do Brasil e quer participar da ação em Feira de Santana, será bem vindo no #RenovarOBrasil.  Mais informações através do telefone (75) 99123-8027.

Feira de Santana / 04 de outubro de 2019 - 20H 43m

Final de semana cheio de opções no Fenatifs 2019

A 12ª edição do Festival Nacional de Teatro Infantil de Feira de Santana (Fenatifs) oferece um final de semana repleto de ótimas opções pra quem ama as artes cênicas. No sábado (05), logo às 8 horas, vai ter mais um Fala Fenatifs tratando dos “Talentos – Jovens em Re-Evolução”, com a Mostra Simão Cunha de Jovens Talentos e mediação da atriz Letícia Guimarães (PR). Entrada: 1 kg de alimento estocável.

No Teatro Municipal Margarida Ribeiro, às 15h30, a Cia do Abração (PR) apresenta mais uma vez o espetáculo “Pinóquio”. Ingressos: R$ 36,00 (inteira) e R$ 18,00 (meia promocional para adultos). Às 16 horas, direto de Aracaju (SE), o grupo Boca de Cena leva a montagem “Os Cavaleiros da Triste Figura” para o espaço da Praça CEU, no bairro Cidade Nova. A apresentação também compõe a programação do Circuito Cultural Belgo Bekaert.

Já no domingo (6), em dois horários, às 10h30 e 15 horas, a Cia. Le Plat Du Jour (São Paulo) apresenta “Cinderela Lá Lá Lá”, no Teatro do Cuca. Nessa adaptação, a história da gata borralheira é toda voltada para o mundo da moda: Cinderela é corajosa e quer ser estilista, sua madrasta é fanática por shopping centers, as irmãs invejosas só pensam em ser atrizes de musicais.

Também no domingo à tarde, às 14 e ainda às 15 horas, a contadora de histórias e atriz Neide Kocca e o músico João Jesus visitam asilos, instituições beneficentes e orfanato da cidade de Feira de Santana recebem o show “Cantos que Contam”.

De 1º a 12 de outubro, a Cia. Cuca de Teatro realiza a 12ª edição do Festival Nacional de Teatro Infantil de Feira de Santana (Fenatifs) com espetáculos teatrais, circenses, de dança, teatro de animação, contação de histórias, recital de poesias e oficinas, entre outras ações.

Com mais de 50 apresentações, de grupos de diversos estados do país, o projeto conta com o apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia, e tem o intuito de movimentar, valorizar, debater e desenvolver o teatro para a infância e juventude.

Cultura / 04 de outubro de 2019 - 05H 04m

Laurentino Gomes lança trilogia sobre a escravidão

O jornalista e escritor paranaense Laurentino Gomes lança no próximo dia 21 de outubro, em Salvador, na livraria Saraiva do Salvador Shopping, o primeiro volume de uma trilogia dedicada à história da escravidão no Brasil. Lançada pela Globo Livros, a obra cobre um período de 250 anos, entre o primeiro leilão de cativos africanos registrado em Portugal, no dia 8 de agosto de 1444, até a morte de Zumbi dos Palmares, em 20 de novembro de 1695. Os dois volumes seguintes, com publicação em 2020 e 2021, serão dedicados ao auge do tráfico negreiro, no século XVIII, em que mais de dois milhões de africanos foram transportados para o Brasil, ao movimento abolicionista e ao fim da escravidão, pela Lei Áurea de 13 de maio de 1888. Com 30 capítulos e 480 páginas em caderno de imagens, incluindo mapas e tabelas, Escravidão: do primeiro leilão de cativos em Portugal até a morte de umbi dos Palmares reúne uma série de ensaios e reportagens de campo, resultado de seis anos de trabalho de pesquisas, período em que o autor visitou centros de estudos, bibliotecas, museus e locais históricos de doze países em três continentes. Entre outros locais, foi a Cartagena, na Colômbia, maior entreposto de comércio de escravos do antigo império colonial espanhol; percorreu o sul dos Estados Unidos, cenário da Guerra da Secessão, que custou as vidas de 750 mil pessoas para que a escravidão fosse abolida nos Estados Unidos; esteve em Liverpool, na Inglaterra, de onde partiam navios para a compra de cativos na África; e morou seis meses em Portugal, de onde fez cinco viagens a oito países do continente africano (Cabo Verde, Senegal, Angola, Gana, Benim, Marrocos, Moçambique e África do Sul). No Brasil, Laurentino Gomes visitou quilombos no Estado da Paraíba; antigos engenhos de cana-de-açúcar de Pernambuco e do Recôncavo Baiano; a Serra da Barriga, em Alagoas, onde morreu Zumbi dos Palmares; as cidades históricas do ciclo do ouro e diamante em Minas Gerais; as fazendas dos barões do café no Vale do Paraíba, em São Paulo; e o Cais do Valongo, no Rio de Janeiro, maior porto de desembarque de escravos do mundo no século XIX. Previsto para começar às 19h30 o autor vai participar ainda de um bate-papo e sessão de autógrafos.

03 de outubro de 2019 - 18H 40m

Caixa financia 13º para micro e pequenas empresas

A CAIXA oferece linhas de crédito para as micro e pequenas empresas financiarem o pagamento do 13º salário de seus empregados, com taxas a partir de 0,83% ao mês e possibilidade de contratação com carência, entre outros diferenciais. Os recursos também podem ser utilizados para equilibrar o fluxo de caixa, pagar fornecedores e despesas, ou conforme a necessidade de cada empresa. O objetivo da CAIXA é oferecer soluções financeiras adequadas ao perfil de cada cliente e ter o melhor pacote de valor para as empresas, promovendo uma melhor gestão financeira.

Para o vice-presidente de Modelos de Negócio de Varejo, Julio Volpp, “a CAIXA está ao lado do micro e pequeno empresário, apoiando-o em todo o ciclo do seu negócio, oferecendo condições diferenciadas para que possa se preparar de forma adequada para os eventos e despesas de fim de ano, como Black Friday, Natal e pagamento do 13º salário dos funcionários”.

Além dessas linhas de crédito, a CAIXA possui diversos produtos e serviços para o segmento, com condições especiais. Os clientes contam, por exemplo, com a possibilidade de isenção de tarifas na folha de pagamento, e descontos na Cesta de Serviço e Seguro Empresarial. As vantagens se destinam a empresas com faturamento fiscal anual de até R$ 30 milhões, sendo a concessão sujeita à avaliação de risco de crédito e reciprocidade do cliente.

Feira de Santana / 03 de outubro de 2019 - 15H 57m

Café 500

O programa Café das 6 na rádio Globo de Feira de Santana comemora 500 edições nesta sexta-feira, 4 de outubro. O programa vai ao ar de segunda a sexta das 6h às 8h e é apresentado pelos jornalistas Rafael Velame e Adilson Muritiba, além do experiente radialista Robson Brito. Com o slogan “Informação e descontração”, o programa oferece uma visão leve e bem humorada das notícias locais e nacionais. Entrevistas sobre os mais diversos assuntos também são destaques. A rádio Globo estreou em Feira de Santana em agosto de 2017 e, desde então, tem se consolidado como uma das mais ouvidas da região, sendo indicada ao prêmio de melhor rádio no Troféu Imprensa 2019, assim com o Café das 6, na categoria de melhor programa. (Emanuela Sampaio/Tribuna Feirense)

03 de outubro de 2019 - 06H 18m

Grupos da Bahia e Distrito Federal se apresentam no Fenatifs

O espetáculo “Ciranda, uma Aventura Folclórica”, do grupo Eureka, de Feira de Santana, abre os trabalhos do terceiro dia do Festival Nacional de Teatro Infantil de Feira (Fenatifs), nesta quinta (3). Serão duas apresentações, às 8h30 e 10 horas, no Teatro Municipal Margarida Ribeiro. Para assistir basta levar 1 kg de alimento estocável.

A peça retrata uma discussão entre os personagens sobre o esquecimento das brincadeiras infantis, das cantigas de roda e boa parte do acervo do folclore brasileiro, a exemplo de parlendas e trava línguas também, deixadas de lado pelas crianças, hoje tão ligadas ao mundo tecnológico.

No Cuca, em duas sessões, às 14 horas e 15h30, o Grupo Teatral Preta (Madre de Deus – BA), apresenta o clássico “O Mágico de Oz”. Com 12 anos de experiência na cena baiana, atuando na dimensão das artes cênicas, o grupo tem mais de 20 espetáculos teatrais e de dança.

Ainda nesta quinta-feira, o grupo Cia. Lumiato (Brasília -DF) apresenta o espetáculo “2 Mundos”, com sessão às 15h30 e às 19h30, no Teatro do Sesc no Centro de Feira de Santana. Após o espetáculo, o grupo realiza o workshop “A Linguagem do Teatro de Sombras Brasileiro”, às 16h30 e 20h30.

O espetáculo 2 MUNDOS conta a história do encontro de duas culturas opostas, onde se revelam os sentimentos e motivações mais profundas da humanidade. Para ver as apresentações, os ingressos serão vendidos por R$ 10 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

De 1º a 12 de outubro, a Cia. Cuca de Teatro realiza a 12ª edição do Festival Nacional de Teatro Infantil de Feira de Santana (Fenatifs) com espetáculos teatrais, circenses, de dança, teatro de animação, contação de histórias, recital de poesias e oficinas, entre outras ações.

Com mais de 50 apresentações, de grupos de diversos estados do país, o projeto conta com o apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia, e tem o intuito de movimentar, valorizar, debater e desenvolver o teatro para a infância e juventude.

Feira de Santana / 02 de outubro de 2019 - 16H 37m

Vereador anuncia criação da Superintendência de Manutenção

O líder da bancada governista, vereador Marcos Lima (Patriota), utilizou a tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (02)  anunciar a criação de uma novo cargo na estrutura do município. Enviado pelo pelo executivo, o projeto visa a criação da Superintendência de Manutenção, que pretende unificar e dar agilidade aos serviços de reparo e conservação das secretarias. Marcos Lima esclareceu que os custos deste serviço serão realocados dos investimentos que as próprias secretarias realizavam ao contratar empresas privadas. Segundo ele, diretores e funcionários de diversas secretarias serão realocados para formar o quadro da nova superintendência.

Histórico

2019
set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2018
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2017
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2016
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2015
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2014
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2013
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2012
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2011
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2010
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2009
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2008
dez | nov